Inter: Guto pede atenção para os números da tabela

Guto Ferreira conversou com os jogadores, antes do treino da quarta-feira, no Vila Ventura, em Viamão, e pediu atenção para a atual classificação da Série B – com toda a razão.

A tabela mostra um grupo de times bem próximos, do líder América-MG (45) e ao quarto colocado Vila Nova (42), com chances de agrupar ainda mais, caso Juventude (40) vença o Boa Esporte, nesta sexta, em Caxias, e o Ceará (38) supere o Brasil no sábado, em Fortaleza.

O Paraná (43) chegou ao grupo na terça ao golear o Guarani, em Campinas, por 4 a 0.

Ou seja: uma vitória sobre o lanterna Náutico, no sábado, em Caruaru, é fundamental par o Inter. Não apenas pela necessidade de manter a boa fase, mas principalmente porque seria conveniente seguir com a boa vantagem na tabela, evitando sustos.

Para este jogo, Guto Ferreira terá Felipe Gutiérrez em lugar do suspenso D’Alessandro e, quase certo, Alemão na vaga de Cláudio Winck, que voltou a sentir o local da pancada na perna, no jogo com o Figueirense.

Anúncios
Publicado em Inter | Marcado com , , , , | 30 Comentários

Três questões para o satisfeito Renato

O nervosismo do jogo:

– Se a gente tivesse empatado no Rio com gol, a situação ficaria mais tranquila. Por isso, o Botafogo estava calmo porque jogava por um gol, ficou vivo o tempo todo. Como não tínhamos aquele meia que pensa, faz a equipe jogar, dá tempo. Com a mudança e dois atacantes rápidos pelos lados, o Grêmio deu a resposta. O Botafogo ataca, nós vamos atacar também. O importante é ter a coragem de mudar. Se eu não tivesse feito aquela troca (Leo Moura por Éverton, ainda no primeiro tempo), nós levaríamos o gol.

A importância de Leo Moura:

– O Leo Moura adora o grupo, a cidade, é experiente e por isso entendeu a razão da mudança. Fui conversar com ele e vi que ele concordou, tinha de fazer isso mesmo. Por esta postura, inteligência, ele foi capitão do Flamengo por mais de dez anos. É um jogador experiente e importante.

O sonho de conquistar outra faixa:

– Meu sonho agora é conquistar a Libertadores também como treinador. Eu tenho tudo aqui, todo o apoio de dirigentes e de um grupo excelente de trabalho. Estamos fazendo um ano maravilhoso, mas precisamos dar uma volta olímpica. Quero é terminar o ano com outra faixa no peito. E este grupo merece, é bastante consciente. Às vezes é preciso dar um puxão de orelha e em seguida um afago. É assim.

 

Publicado em Grêmio, Libertadores | Marcado com , , , | 17 Comentários

Grêmio vence Botafogo, em jogo tenso, e está na semifinal

Foi muito mais complicado do que o torcedor esperava, mas o Grêmio venceu o Botafogo por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, na Arena (público de 50.517 pessoas), e garantiu classificação para a semifinal da Libertadores. No fim de outubro, enfrenta o Barcelona de Guaiaquil (que eliminou o Santos) em duas partidas, disputando o direito de decidir o título da competição.

O confronto foi tenso até o fim, quando em desvantagem o Botafogo chegou a adiantar seus zagueiros para reforçar o jogo pelo alto, na tentativa de surpreender a defesa do Grêmio. O empate, pelo critério do gol qualificado, classificaria o time carioca.

Desde o início, deu para perceber que seria uma noite de nervosismo. As duas equipes cuidavam para evitar os erros, só atacavam quando os espaços surgiam, disputavam todos os lances com força às vezes excessiva. A tal ponto que os números da partida mostravam apenas 50% de bola rolando.

O Botafogo passou a controlar o meio, apesar da maior posse de bola do Grêmio, adiantou sua defesa e buscou os ataques. O Grêmio fez a primeira tentativa, logo aos quatro minutos (um chute de Cortez por cima),  mas levou um primeiro susto aos oito, quando Bruno Silva viu a bola sobrar na área e tentou o gol de calcanhar. Grohe defendeu, soltou e Lindoso chutou por cima.

Aos 20 minutos, Fernandinho acertou a travessão, mas quatro minutos depois, Bruno Silva chutou de longe, a bola bateu na trave, voltou e Roger errou a conclusão. Aos 33, Victor Luís bateu falta com força, e Grohe fez outra grande defesa.

A situação estava tão difícil que Renato nem esperou pelo intervalo para mudar seu time. Aos 36, trocou Leo Moura, que pouco fazia no meio, por Éverton. Fernandinho passou para o lado esquerdo, seu setor preferido.

Com as mudanças, o Grêmio compensou em parte as dificuldades que vinha enfrentando e equilibrou um pouco mais a partida.

Na volta para o segundo tempo, o Grêmio quase marcou a um minuto, quando Michel desviou de cabeça, no angulo. Gatito fez excelente defesa.

O gol salvador, que evitaria o tormento dos pênaltis, surgiu aos 17 minutos: Edílson bateu falta da direita, Lucas Barrios subiu mais que o marcador e desviou no canto direito. Um a zero, festa da torcida.

A partir daí, o Botafogo buscou o gol que garantiria a vaga. Adiantou sua defesa, fez trocas buscando o ataque (Guilherme, Valencia e, mais tarde, Brenner) e passou a fazer lançamentos altos para o meio da defesa do Grêmio. Virou um sufoco.

No fim, Renato ainda substituiu Ramiro por Luan, que voltava de lesão, na tentativa de segurar um pouco a bola e a pressão do adversário. Ele nem chegou a tocar na bola. O Grêmio segurou o resultado e agora está a um degrau da final da Libertadores – o grande objetivo da temporada.

 

 

Publicado em Grêmio, Libertadores | Marcado com , , , | 9 Comentários

Danilo sobre o jogo em Caruaru: ‘É um campo bem judiado’

Danilo Fernandes conhece bem o estádio de Caruaru, dos tempos em que disputava o Campeonato Pernambucano. É lá que o Inter enfrentará o Náutico, no próximo sábado, já que a Arena Pernambuco estava reservada há bastante tempo para um evento religioso. Por conhecer bem o estádio, Danilo já conversou com o técnico Guto Ferreira e parceiros de time e alertou para as dificuldades.

– Joguei lá no começo do ano passado. É um campo bem judiado. Não sei como está agora. Ouvi falar que deram uma trocada na grama, mas é duro, apertado. Se a torcida adversária comparecer, vira um caldeirão. Precisamos estar atentos, espertos. Se precisar jogar feio, teremos que fazer para conseguir o resultado. Pelo que conheço do campo, será complicado… Nosso objetivo é vencer o maior número de jogos. Independentemente de contas que se faça, a gente sempre pensa na próxima partida. No começo fiquei um bom tempo sem olhar a tabela. As notícias chegam, aparecem em todos os lugares. Contas eu não estou fazendo. Tem muito jogo pela frente ainda. Quando estiver próximo do acesso eu vou ficar sabendo por vocês.

Publicado em Inter | Marcado com , , , , | 3 Comentários

Palavra de Renato

O Luan é simplesmente o melhor jogador do Brasil. Precisa falar mais alguma coisa (sobre o que significa a ausência do jogador). É como o Barcelona sem o Messi, guardadas todas as proporções. O Luan é jogador de seleção e é o único que temos com estas características ali no meio-campo”.

(Renato, técnico do Grêmio, na entrevista coletiva de terça, ao falar sobre o que significa a ausência de Luan, que ainda é dúvida para o jogo da noite desta quarta contra o Botafogo)

Publicado em Grêmio, Libertadores | Marcado com , , , | Deixe um comentário

O sonho da Libertadores passa por vitória sobre o Botafogo

Das grandes prioridades estabelecidas pelo Grêmio para a temporada, restou a principal delas. Por isso, o jogo da noite desta quarta-feira, contra o Botafogo, na Arena, assumiu ares de decisão. Quem vencer estará na semifinal da Libertadores, a um passo da final.

A torcida sabe disso e esgotou os ingressos há vários dias. Sobraram lugares em camarotes. A Arena deve receber público superior a 51 mil pessoas.

Em campo, será preciso vencer o Botafogo para confirmar a classificação. O empate em 0 a 0, no Rio, aumentou a tensão do jogo. O time carioca precisa apenas de empate – um novo 0 a 0 para levar aos pênaltis ou placar com gols para se classificar diretamente, beneficiado pelo gol qualificado.

Renato fez treino fechado na terça-feira e manterá o grande mistério até o limite possível: Luan joga ou não? No início da semana, ele deu voltas no gramado durante 45 minutos, chegou a tocar levemente na bola, mas não se sabe se ele terá segurança para disputar uma partida que deve ser complicada.

Para o Grêmio, a melhor notícia possível seria garantir a escalação de Luan, o homem que organiza as jogadas de ataque, retém a bola quando é preciso controlar a pressão do adversário, tem a criatividade que andou em falta nas últimas partidas. Mas ele só vai a campo se estiver inteiramente recuperado, garantiu Renato, sem risco de agravar a lesão muscular.

Pedro Geromel, principal zagueiro do time, já treina sem dificuldades e deve ser escalado, assim como o lateral-direito Edílson, que ficou fora do confronto com a Chapecoense.

O Botafogo aposta no gol como visitante para estabelecer uma nova realidade no jogo e forçar o Grêmio a buscar a vitória. Mais do que nunca será um adversário cauteloso, procurando explorar os contra-ataques – tática preferida do técnico Jair Ventura.

O jogo começa às 21h45min.

Publicado em Grêmio, Libertadores | Marcado com , , , , | 5 Comentários

Novos tempos

O curta de animação Nada Disso, de Anna Hinds Paddock, Isabela Littger de Pinho e Kriti Kaur, é bem adequado para o Brasil de hoje. Parece ter feito de encomenda nestes tempos de museus censurados por pressão de milícias, peças suspensas por liminares, magistrados que consideram direito do pai de surrar filha com fio e comissões de deputados pressionando para fechar exposições de arte.

Confiram:

Publicado em Gente | Marcado com , , , , | Deixe um comentário