Grêmio em Santiago: derrota e péssima atuação

Mesmo para um time que vive uma fase profundamente irregular (nas últimas seis partidas, apenas uma vitória), a atuação do Grêmio na derrota de 2 a 0 para a Universidad Católica, na noite desta quarta-feiram, em Santiago, é foi surpreendente de tão ruim.

Foi um time desorganizado, lento mais uma vez, incapaz de marcar e de atacar, com apenas duas conclusões a gol na partida – ambas no segundo tempo.

Tudo aquilo que o Grêmio fazia nos seus melhores momentos, a Universidad fez.

Trocou passes à vontade, como se estivesse sem adversário, e nos últimos minutos se deu ao luxo de praticamente impedir o time gaúcho de tocar na bola. Fez isso à vontade, com chances inclusive de ter ampliado.

Foi um desastre completo.

Além da derrota, o Grêmio, com quatro pontos, agora tem dois adversários bem próximos, o América, de Cali, e a própria Universidad, com três, e todo o segundo turno por disputar.

Para complicar ainda mais, o número de desfalques na defesa não param.

Kannemann não pode jogar em Santiago por causa de lesão.

Pedro Geromel, o titular, foi substituído aos 40 minutos do primeiro tempo sentindo lesão muscular.

Paulo Miranda cumpre suspensão pela briga no Gre-Nal, e David Braz foi expulso aos 40 da fase final, ao errar no domínio, ser obrigado a fazer falta e receber o cartão vermelho.

Rodriguez, que substituiu Geromel, foi mal, falhou em um dos gols, mas é o único zagueiro disponível. A dupla titular é dúvida.

O desempenho do time em Santiago foi quase deprimente.

Desorganizado, o Grêmio não conseguiu marcar os chilenos, não teve forças para marcar a troca de passes e esteve muito longe de ameaçar no ataque, onde Diego Souza (foto) foi um atacante isolado e bem marcado. Renato fez todas as trocas possíveis, utilizou os jovens da base (Ferreira, Rildo, Guilherme Azevedo), mas nada fez a equipe reagir dando a impressão de estar sem força.

Desde o início, a Universidad foi melhor. Esteve perto de marcar, esbarrou nas defesas de Vanderlei, mas, de tanto insistir, marcou aos 43 minutos: depois de cruzamento da esquerda, Zampedri dominou na área, sem marcação, girou e bateu forte de esquerda. Um a zero.

O Grêmio ficou atordoado com o gol. Um minuto depois, Pinares foi lançado, Rodriguez falhou ao tentar dominar, o atacante deu um toque por cima de Vanderlei e completou de cabeça já quase no risco. Dois a zero. Um golaço.

Pouco depois, a Universidad só não ampliou porque Zampedri, livre depois de falha de David Braz, tentou colocar, mas chutou fraco e Vanderlei defendeu.

No segundo tempo, nada mudou. Os chilenos ficaram mais à vontade, tiveram várias chances de marcar e não foram perturbados pelo Grêmio.

De conclusão, o Grêmio teve duas: uma falta batida por David Braz, aos 17, e um chute de Diego Souza, aos 24. Só.

É bem provável que Renato escale reservas para enfrentar o Palmeiras, no domingo, na Arena, porque vai precisar de todos os principais jogadores disponíveis no Gre-Nal de quarta-feira. Se não conseguir um bom resultado, corre o risco de ser ultrapassado por um dos adversários que vêm logo atrás na tabela.

 

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em Grêmio, Libertadores e marcado , , , , . Guardar link permanente.

13 respostas para Grêmio em Santiago: derrota e péssima atuação

  1. Maurício disse:

    O time é esse, com o Cavani na frente.

  2. Miguel disse:

    Vi um vídeo agora a pouco, do Sperotto, onde ele diz que os próprios jogadores do Grêmio reclamam da falta de treino, treinam 25 minutos, duas ou três vezes por semana. Ontem, os jogadores ficaram sabendo o time que ia a campo na preleção. Bateu o desespero nós jogadores, em libertadores saber quem vai a campo em cima da hora sem esse time ter treinado junto.
    Quem me acompanha aqui sabe, faz dois anos que peço a saída do Renato. Deu pro louco.

  3. Guasca disse:

    Tem que deixar o Renato Meu Grupo trabalhar.

  4. Miguel disse:

    Se o problema não for maior do que se imagina, tipo salário atrasado, se não for isso e outras coisas mais, tipo rombo financeiro…se for, não adianta mudar de treinador…mas, repito, se não for isso, chama o Róger e em uma semana muda a cara do time. Concordo, sei que falta algo para o Róger, ou peca por excesso em algumas coisas. O que sobra no Renato falta no Róger e vice versa. Pro Renato sobra autoridade, deram carta branca pro loco” e ele que manda em tudo. Pro Róger falta autoridade. Róger, segundo se soube a época da demissão, cobra em excesso nos treinos, nas não tem a moral, o cartaz que Renato tem, para sustentar essas cobranças. Os treinos do Róger são intensos, até mais que o jogo. Os treinos do Renato são rachão. Lembram 2015? Com Felipão era só chutão, jogadores distantes um do outro, estávamos na décima oitava posição. Róger assumiu num dia, dois dias depois empatamos com o Goiás no Serra dourada sendo superior ao Goiás. Segundo jogo, menos de uma semana depois, 3 x 1 no Corinthians e um banho de bola, nem parecia o mesmo time de cinco dias antes. Falta alguma coisa ao Róger, mas Róger é mais treinador que Renato.
    Róger precisa de um diretor de futebol forte que lhe apoie no vestiário, tipo Adalberto Preiss, ou Pelaipe.

  5. Favero disse:

    Desta forma o Grêmio vai perder o grenal e vai ser rebaixado com este desempenho. É a chance dos vermelhos devolverem o 5 x 0.
    A meta do tricolor é 46 pontos no brasileiro e tentar não perder os Grenais deste ano. Tem de abandonar as copas e focar nesta meta.

    O departamento de lapidação (errada) da gurizada do tricolor virou uma piada. Antes o papo era “Não podemos queimar os jogadores… Não está pronto..” Ontem foi joga a gurizada toda na fogueira e ninguém presta… O estátua se perdeu!!!!

    • Miguel disse:

      Exato, Favero.
      Vamos levar uma goleada histórica. Meu palpite era 4 x 0, mas, como eles estão engasgados com o tempo sem vencer, e o troco de um fiasco é sempre maior, eles vem com tudo e não vão desperdiçar a chance de meter uns seis.
      Quanto à gurizada, lembrei disso ontem, quando Renato começou a botar a gurizada. Quando o time ainda apresentava um futebol razoável, com deficiências pontuais, quando era a hora de dar chance pra gurizada, Renato dizia que os jovens não estavam prontos. Ontem com o time todo perdido, sem pernas pra correr, chegando atrasado em todas, ele chamou quem? Os cascudos? Não. Encheu de moleques. Mais adiante ele vai lembrar desse jogo e dizer que tiveram a chance de mostrar serviço mas fracassaram por não estarem prontos.

  6. andreasboos disse:

    Os azuis falando de goleada do inter e coisas do tipo… eu acho que o Inter vai ganhar de 0x0 do gremio… Baita resultado (pra gente), com 8 pontos praticamente estamos garantidos na proxima fase e os azuis estao lascados.

  7. Marcelo - Rio de Janeiro disse:

    Nessas horas difíceis, o robô Vanderlei some! Deve estar plantando nabas ou cacarejando em outra freguesia.

  8. Ricardo - DF disse:

    Bah, Renato deveria ter vergonha na cara e sair. O time é um amontoado de jogadores sem organização. Os gols que levamos foram coisa de várzea. Se a Católica insistisse era para ser uma goleada homérica, o nosso 7 x 1. A direção não tem coragem de demitir ele, mas ele deveria reconhecer que não dá mais. Ou quer dar a entrevista no dia do rebaixamento ??

    • Guasca disse:

      Não vi o jogo, somente os gols.
      No primeiro, o cara consegue matar a bola, deixar cair no pé e fuzilar.
      No segundo, o zagueiro erra o bote (acho que é o mesmo que não chegou a tempo no primeiro) e ainda dá um balãozinho no goleiro antes de fazer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s