A intolerância chega às cadeiras do estádio

Na semana de pior frio no Estado, Grêmio e Inter se uniram e foram personagens de um grande momento: trabalharam juntos para minorar o sofrimento dos moradores de rua. Lembram? O Inter abriu o Gigantinho, o Grêmio recolheu donativos, mandou dois ônibus (com as cores do clube) e os próprios representantes das organizadas do Inter se encarregaram de descarregar os veículos

Foi bonito e gerou elogios aos clubes em todo o país.

Na última semana, a decisão dos técnicos de escalar reservas no Gre-Nal, depois de conquistarem a classificação para a Copa do Brasil em jogos desgastantes contra Palmeiras e Bahia, amenizou um pouco  ambiente do clássico – e, com o precedente da união no frio, ninguém esperava confusão.

Foi um jogo tranquilo, nenhum torcedor foi hostilizado na chegada ao estádio.

Bom, mas aí alguém estragou tudo.

Ao ver uma torcedora do Grêmio, com seu filho em área ocupada pela torcida do Inter, depois do Gre-Nal, uma senhora colorada perdeu o controle. Agrediu a torcedora, sem respeitar o choro da criança, e só não causou um tumulto maior porque um funcionário do Inter agiu.

Enquanto a mulher descontrolada brigava, alguns marmanjos em volta incentivavam e vibravam, como se a cena fosse absolutamente normal. Ninguém se preocupou com a criança assustada, que certamente terá de lutar para superar seu trauma.

Desde quando pessoas de preferências diferentes não podem conviver no mesmo local? Só falta o futebol ser contaminado pelo ambiente de intolerância vivido hoje pelo Brasil. Nada justifica uma falta de civilidade como a mostrada na cena nas cadeiras do Beira-Rio.

O vídeo da agressão viralizou no domingo. O Inter divulgou nota oficial desculpando-se e prometendo providências. O Grêmio localizou a torcedora, mas ela preferiu nada falar.

Agora, cabe ao Inter punir sua torcedora e os que apoiaram a agressão. A identificação é fácil. Basta tomar a decisão de agir.

Anúncios

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em Gente e marcado , , , . Guardar link permanente.

14 respostas para A intolerância chega às cadeiras do estádio

  1. Fifaldino disse:

    Que a punição aos agressores seja exemplar! A falta de noção de quem quer que seja não dá direito a ninguém de agredir.

  2. Maurício disse:

    Ação e reação de duas cabeças-fracas. Honestamente, vejo algo muito mais ligado à rivalidade histórica do que à intolerância que campeia solta país afora.
    De qualquer modo as imagens são claríssimas e, se o clube anunciou que tomará as providências cabíveis, era isso.

  3. INTERminavel COLORADO disse:

    Punição exemplar aos agressores.

    • Fred disse:

      Para o Adélio também?

      • Miguel disse:

        Punição ao Adélio porquê? Se Messias em sua infinita bondade perdoou, não recorreu da sentença, deixou que o caso se encerrasse, porque a justiça desportiva deveria puni-lo?
        Aliás, Bolsonaro deseja a morte de todos os adversários, políticos ou não, menos a de Adélio, autor da fakeada, porque será?

  4. Felipe disse:

    A agressora vestia um manto “antifascista”. Churchill acertou em cheio.

  5. Henrique disse:

    Só um detalhe: a colorada estava com uma faixa “antifascista” ?

  6. Maurício disse:

    Isso, bora queroquerar a questão pro campo político…
    Tá louco!

    • Fifaldino disse:

      Bozominions totalmente “perdidos no espaço”. Ehehe….

      • Maurício disse:

        ‘Redundância pleonástica’.

      • Henrique disse:

        Vcs são incoerentes. Se fosse uma maluca com a camiseta do Bolsobobo, vcs estariam ensandecidos. Mas como é uma “antifascista”, aí é “Veja bem… não vamos generalizar”.

        Mas realmente, pouco importa. É só pra mostrar que ambos os lados erram nessa torcida política.

      • Maurício disse:

        Ao menos já atendem naturalmente pela alcunha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s