No confronto entre duas grandes defesas, 0 a 0 no Beira-Rio

Em um confronto entre duas das melhores defesas do Brasileirão, o empate em 0 a 0 entre Inter (seis rodadas sem sofrer gols) e Palmeiras (nove) foi um resultado lógico, na tarde deste domingo, no Beira-Rio, diante de 43.743 torcedores.

E foi mesmo uma tarde de ampla superioridade das defesas.

Ao longo do jogo, os times empataram até nas chances (claras) de gol: duas para cada uma. Em número de conclusões, o Palmeiras foi superior (19 a 11) até porque dominou e criou sérias dificuldades para o Inter nos primeiros 35 minutos de jogo – a primeira conclusão do time gaúcho só ocorreu aos 40 minutos.

O resultado mantém o Inter em segundo lugar, com 42 pontos, a três do líder São Paulo, que venceu pela manhã, e um à frente do Flamengo, que apenas empatou com o América-MG em Belo Horizonte. O Palmeiras subiu uma posição e chegou ao quarto lugar.

O início do grande jogo foi difícil para o Inter, todo de uniforme cinza, o lançamento da Nike. Bem organizado por Felipão e com Hyoran jogando bem aberto, no setor de Zeca, o Palmeiras passou a dominar e a buscar o ataque o tempo todo. Quando o Inter recuperava a bola, não conseguia sair para o ataque porque a marcação paulista se adiantava e impedia a troca de passes.

Patrick acabou forçado a recuar demais, Rossi e Nico López se limitavam a marcar, Jonathan Álvez ficava isolado demais entre os zagueiros.

Foi assim que aos nove minutos, Hyoran driblou Zeca e cruzou rasteiro. Jean desviou e quase marcou, na primeira grande chance do jogo. Aos 11, 23, 29 e 32, o Palmeiras concluiu com Deyverson e Hyoran, e aos 33 perdeu sua segunda excelente oportunidade de marcar: Moisés chutou, a defesa descuidou-se e Deyverson, livre na frente de Lomba, desviou – e errou por pouco.

Só aos 40, o Inter reagiu. Nico López bateu falta, Weverton defendeu. Aos 43, Nico López fez jogada individual pela esquerda, driblou o lateral e bateu firme, de esquerda. Weverton defendeu com dificuldades no canto direito. Foi a primeira oportunidade do Inter. Aos 45, Cuesta cabeceou no meio do gol.

Na volta para o segundo tempo, o Palmeiras estava de uniforme novo. Em vez de camiseta verde, que contrastava pouco com o cinza do Inter, vestia branco – até os técnicos gostaram da mudança, como destacou Luiz Felipe no fim.

Não mudou apenas o uniforme do Palmeiras. O Inter também melhorou muito e buscou o resultado, sempre com os cuidados para quem enfrenta um adversário com as opções técnicas de que dispõe o Palmeiras. Tanto que Luiz Felipe utilizou apenas três titulares e só reforçou o grupo com as substituições, trocando Vítor Luís, Hyoran e Lucas Lima ppor Diogo Barbosa, William e Bruno Henrique.

Odair Hellmann respondeu com Camilo em lugar de Rossi, Brenner no de Jonathan Álvez e D’Alessandro no de Zeca (Edenílson foi para a lateral). As mudanças melhoraram o time, com exceção de Brenner. As conclusões se dividiram, mas a principal chance foi do Inter. Aos 32 minutos, D’Alessandro bateu escanteio, Dourado tocou de leve de cabeça e Cuesta, na pequena área, desviou. Weverton, no chão, fez uma excepcional defesa e evitou o gol.

O Inter volta ao Brasileirão no domingo, mais uma vez contra um adversário complicado: enfrenta o Cruzeiro no Mineirão.

 

 

Anúncios

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em Brasileirão, Inter e marcado , , . Guardar link permanente.

33 respostas para No confronto entre duas grandes defesas, 0 a 0 no Beira-Rio

  1. INTERminavel COLORADO disse:

    Futebol cinzento no Beira-rio…

  2. INTERminavel COLORADO disse:

    Ontem, o RESERVAS Foot-ball Portoalegrense perdeu em Curitiba. Hoje, a Sociedade Esportiva ALTERNATIVO empatou em Porto Alegre. Essa RBS é uma piada!

  3. INTERminavel COLORADO disse:

    Sobre o jogo: primeiro tempo, salvo os últimos 5 minutos, foi totalmente do ALTERNATIVO, que dominou a primeira e segunda bolas e atacou muito mais. O Inter estava perdido na marcação gigantesca do time de Felipão. O segundo tempo foi um pouco melhor. O Inter marcou melhor, adiantou seus volantes e criou algumas situações. Foram duas situações de gol ao longo de 98 minutos (somando os dois tempos) para o Inter. Muito pouco! A defesa suportou bem o ataque do ALTERNATIVO, que foi ineficiente nas várias situações de gol que teve. O meio campo, burocrático. O ataque, inexistente. Só podia dar 0 x 0. Era algo previsível já, inclusive pelo vidente-mor do blog. Agora, é ir pra minas e trazer um bom resultado, que é uma vitória ou um empate.

  4. CAMPEÃO DE TUDO disse:

    Eu vou falar uma coisa aqui que muitos não vão querer entender e aceitar agora mas estou acostumado. O Maionese é o maior freguês de gremista já produzido no Beira Rio! Como assim tá viajando no Maionese, vão me perguntar alguns indignados! Maionese não ganhou de nenhum gremista nesse campeonato: perdeu para o Roger Machado, perdeu para o Adilson Baptista, empatou com os reservas do Mano Menezes e agora com os reservas do Felipão. Soma-se a isso os vareios nos Frenais! É muita freguesia!

  5. INTERminavel COLORADO disse:

    DAMIÃO faz uma falta enorme no ataque. Sem ele, a área fica um imenso vazio.

    ALVEZ é tão ruim quanto BRENNER, que aliás, não sei se é melhor que YURI MAMUTE, aquele que um dia jogou como um poste no tricolor e hoje está emprestado para a filial da serra gaúcha.

    E aí fica a indagação:

    Quem é pior, YURI MAMUTE ou BRENNER?

    • Analista disse:

      Brenner realmente não dá. Damião, em forma, faz falta. Agora, o Inter precisa de um armador, senão a dificuldade de hj e outros jogos irá se repetir.

    • Rafael disse:

      O Brenner com algum valor está emprestado ao Botafogo. Esse genérico do Beira-Rio tem de melhorar muito para ser ruim.

  6. Maurício disse:

    Pottker fez falta. Brenner não existe. Fabiano é titular na LD.
    Moledo mais uma vez muito bem. O Dourado fez pelo menos duas belas assistências, tá num momento excepcional.

    Não foi mau resultado.

    • Analista disse:

      Agora ouvi uma coisa q concordo, muito! O Zeca, até esse momento, não jogou coisa nenhuma no Inter. Fabiano, com suas limitações, hj, é titular!

    • Fifaldino disse:

      Pensei exatamente o mesmo durante o jogo, e acrescento: O Iago deveria tentar um concurso. Podemos estar perdendo um belo funcionário público ou quem sabe gerente de um Banco do Brasil….. sei lá.

  7. Marcos Santander disse:

    Resultado normal. Pré-Scollari armou um bloqueio eficiente e especialmente anulou Nico Lopez, sempre vigiado por 02 no mínimo. Tendo em vista um meio campo pouco criativo, era só por ali que poderia surgir alguma coisa. Foi um resultado normal. O problema é que de resultado normal a resultado normal, já se vão quase 40 anos de boas colocações no Brasileiro. Se não ganhar na próxima rodada, e a parada é quase impossível (Cruzeiro no Mineirão), já se foi o boi com a corda. Volta, Amarildo, para fazer aquele gol da semi-final do brasileiro de 1987. Caso contrário, vamos ficar 06 pontos atrás dos são-paulinos. Vaga na Libertadores não me interessa em nada. Hoje à tarde não foi ruim. Ruim mesmo foi perder pro ameriquinha. Porém, na boa, pareceu um time bem pouco criativo hoje. Faltou Alex, Jorge Wagner, Fernandão, Renteria, Sóbis, Taison, Cléber, Giuliano… Faltou qualidade para a gente ficar convencido que este time tem mesmo gabarito para ser campeão brasileiro. Empatezinho muito brochante.

  8. Ricardo - DF disse:

    Equilibrado?! O primeiro tempo foi um massacre alviverde. Jean perdeu na pequena área, e Deiverson sozinho, na frente do goleiro. Fora todas as outras chances palmeirenses com finalizações erradas. O Inter, apenas uma cabeçada em escanteio, em cima do goleiro. A boa sorte colorada continua, e garantiu um empate contra um time nitidamente superior.

    • Fifaldino disse:

      Não o que tu chama de “massacre”, Ricardo. Mas a única coisa que o Palmeiras massacrou hoje foi a bola. Que finalizações horrorosas!!! As defesas mais difíceis do Lomba hoje foram durante o aquecimento antes do jogo… Ehehe..

      No mais foi um jogo chocho mesmo. Qualquer time que saísse com a vitória hoje seria uma injustiça com o esporte chamado futebol.

  9. Marcos Santander disse:

    Prezado Mário Marcos, fui alvo de ataque moral neste Blog. Acredito que seja por comentários passados, contrários a criaturas podres como um tal Jonas, e outros, de tendências nazistas que se manifestam aqui de costume, as quais não gostaram de algumas das minhas posições. Este MARCELO RIO DE JANEIRO logo acima me ataca sem nenhum argumento. Defendo a livre manifestação, desde que com argumentos. Desfechar algo como “viajou na maionese”, sem mais nada dizer, para mim é desrespeito puro e simples. Agressão. Apenas estou aqui manifestando minha inconformidade de me ver alvo de uma criatura podre.

    • CAMPEÃO DE TUDO disse:

      Não esquenta com essa coloradagem nutella que tomou conta de boa parte da nossa torcida. Para eles críticas soam como traição como gremismo e ser um bom colorado para eles é aplaudir empate em casa com reservas e pagar pau para estagiários na casamata (coisa que nunca deu certo no Inter). Foi-se o tempo em que a torcida quebrava o pau por qualquer coisa no Portão 8. Era o tempo que a gente não caia. Já fomos considerados a torcida mais exigente do país.

    • INTERminavel COLORADO disse:

      Um fake viajando na maionese…

  10. CAMPEÃO DE TUDO disse:

    Já começaram as cornetas. Resultado da ilusão. Por enquanto o alvo são alguns atletas. No próximo já vão começar a falar em escalação errada, em substituição errada, em esquema errado e por aí vai! Ao final dos 5 rodadas já vai ter gente pedindo “Fora Maionese”! E mais uma vez depois de muita zoação o Cornetão vai ser reconhecido.

  11. CAMPEÃO DE TUDO disse:

    Mais dados: além de freguês de gremista Maionese teve o seguinte desempenho contra os times que se encontram no G6: SP (E), Flamengo (D), Palmeiras (D e E), Grêmio (E) e Galo (V). 1V, 3E e 2D. 6 pontos em 18 disputados. É muito pouco.

    • CAMPEÃO DE TUDO disse:

      Sendo que 2 desses 3 empates foram em casa contra reservas dos adversários!

      • 66 disse:

        Temos é que sobreviver a essas 4 rodadas, fazendo o possível para ficar junto do São Paulo e depois a gente vai ver em que pé vai estar o campeonato. Nesses 12 pontos em disputa, aceitaria 7 pontos numa boa. Feliz da vida.

    • 66 disse:

      Agora tu analisa esses dados:
      A pontuação dos 6 primeiros em confrontos entre eles no primeiro turno foi a seguinte:
      Palmeiras- 4V e 1E – 13 pontos
      Grêmio – 1D, 1E, 3V – 10 pontos
      Inter – 2D, 2E, 1V – 5 pontos
      São Paulo- 2D, 2E, 1V – 5 pontos
      Flamengo – 3D, 1E, 1V – 4 pontos
      O Palmeiras que o Inter empatou hoje está invicto contra os lideres, ou seja, era um jogo dificílimo.
      O Grêmio foi muito bem também.
      Já os três líderes tem campanha bem parecida. Ou seja, o campeonato é de entredevoramento entre os times do G6 e o campeonato vai se decidir nos jogos contra os que não estão na briga pela ponta mas que são difíceis pra qualquer time. Corinthians, Santos e Cruzeiro principalmente mas todo jogo é muito complicado.

    • 66 disse:

      Cada um olha o que quer do jeito que quer.
      Contra fatos não há argumentos.
      O Palmeiras foi disparado o adversário mais difícil que o Inter enfrentou no Beira-Rio e pelo retrospecto deles contra os líderes, esse empate foi um bom resultado sim.

    • 66 disse:

      Outra forma de ver a campanha, se tu fosse otimista é que nas duas primeiras partidas do primeiro turno, o Inter somou 3 pontos ( Bahia V e Palmeiras D ) e agora no segundo turno somou 4 pontos. Ou seja, melhorou.

  12. adivinha quem são os colegas de trabalho do CT ?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s