A última do Armandinho

(De Alexandre Beck, reprodução)

Anúncios

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em imprensa e marcado , , , , . Guardar link permanente.

28 respostas para A última do Armandinho

  1. INTERminavel COLORADO disse:

    Bingo!

  2. “Se cabem buscas e apreensões gerais nas favelas do Rio, cabem também nos gabinetes do Congresso. Alias, as evidências existentes colocam suspeitas muito maiores sobre o Congresso, proporcionalmente, do que sobre moradores das favelas, estes inocentes na sua grande maioria.”

    – Esquerdopata!

    – Defensor de bandido!

    – Viva a intervenção!

    – Fica quieto Coxildo! A frase é do nosso herói Deltan Dallagnol

  3. Colorado SP disse:

    Se só tem livros, não há com o que se preocupar.

    • Rafael disse:

      Pois é, Colorado. A seita não viu problemas em se levar crianças a um museu para assistir a uma mostra de pornografia gay. Também não viu problema em se incentivar uma criança de 4 anos a tocar o corpo nu de um adulto. Mas agora se escandaliza e problematiza a revista de mochilas de crianças na entrada de uma área dominada pelo crime organizado.
      É cada uma…

      • mariomarcos disse:

        Pornografia gay? Acreditaste então nos robôs utilizados pelo MBL para disseminar isso? (está comprovado, conforme notícia de ontem). Aliás, o Ministério Público já tinha esclarecido bem antes que não havia nada de pornografia na mostra.

      • Rafael disse:

        Como se eu precisasse das opiniões do MBL ou do Ministério Público.

      • Jonas Vieira disse:

        “Robôs que disseminam alguma coisa”… esse povo não deve se levar a sério, não é possível…

  4. Ricardo - DF disse:

    Lembro dos tempos da ditadura… Fulano foi preso, pois um instruído brucutu encontrou na sua casa um subversivo exemplar de “A Capital”, de Eça de Queiroz… kkkkkk

  5. Maurício disse:

    ‘levar crianças a uma mostra de pornografia gay(?!?!?!?!?!?!?)’

    Não dá pra levar a sério esse tipo de mentalidade.

    • Colorado de fé disse:

      Então tu achas que devem levar as crianças naquele tipo de mostra e que quem discorda é que não deve ser levado a sério?

      • Maurício disse:

        Penso que a obrigação dos pais é conhecer o conteúdo de qualquer evento a ser visitado, até mesmo uma ‘mostra pornográfica gay’ (se é que isso existe), e a partir daí decidir se seus filhos devem ter acesso ou não; já aos responsáveis pela obra cabe alertar sobre o conteúdo.
        Até onde sei, no caso citado cada um fez sua parte; mas de repente tu conhece aquela família mais do que eles próprios e pode determinar o que é melhor pra eles, vai saber… De qualquer modo, me parece que quem tem problema com nudez deveria procurar ajuda urgente.

        Só acho uma pena que esse pudor todo não apareça quando a novelinha tradicional e obrigatória da ‘família brasileira’ despeja overdoses de sexualização banalizada em tv aberta e horário nobre, sem qualquer resistência nem partidarização. Que cousa…

      • Rafael disse:

        Os pais não foram informados. O projeto da mostra era focado em crianças e adolescentes estudantes de escolas públicas.

      • Colorado de fé disse:

        1-os pais não foram informados;
        2-conforme consta no projeto apresentado pela produtora ao MinC para captação dos recursos através da lei Rouanet para a mostra o público alvo eram professores, crianças e adolescentes
        3-“Mas de repente tu conhece aquela família…”, aquela família?Centenas de crianças visitaram a mostra queermuseu sem o conhecimento do seu conteúdo pelos pais!
        4-não se trata de problema com nudez e sim com a sexualização infantil
        5-odeio novela

      • Rafael disse:

        Perfeito.

      • Maurício disse:

        Também sei responder numerando.

        1. o pai da menina declarou textualmente que sabia;
        2. o publico alvo e o conteúdo foram devidamente explicitados, e a exposição foi em um espaço limitado;
        3. culpa dos pais;
        4. houve nudez e não sexualização;
        5. as novelas são transmitidas em canal aberto e horário nobre mesmo que tu não goste.

        Tentem outra.

      • Rafael disse:

        A questão era sobre o queermuseu, capicce?

      • Maurício disse:

        Tenho absoluta certeza de que todos sabemos do que se trata, embora vocês insistam em fingir que não. Ritual De Lo Habitual.

      • Rafael disse:

        É mesmo? Só que você visivelmente se referia à performance La Bête, no MAM.

      • Maurício disse:

        Mencionaste ambas lá no começo, e a distorção é a mesma.

      • Rafael disse:

        Mencionei as duas e você comentou uma como se fosse a outra. A confusão foi toda sua. E, não, a distorção não é a mesma. São casos diferentes, apesar de terem a mesma fonte ideológica de interesses escusos.

      • Maurício disse:

        É claramente a mesma.

      • Jonas Vieira disse:

        Distorcer é especialidade da fauna, como nos comprova o representante aí.

      • Rafael disse:

        A mentira é ferramenta de trabalho da fauna.

  6. maria lucia disse:

    Maria Lucia

  7. Alguns estão criando as mais incongruentes analogias e se valendo dos mais absurdos argumentos para tentar justificar a intervenção comandada pelo crime organizado para proteger os “CEOs” do tráfico de drogas que residem nos luxuosos condomínios dos bairros nobres do país e ainda acusam quem denuncia essa patifaria de “defensor de bandido”. É mole?

  8. Fernando disse:

    esses soldados malvados…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s