Grêmio estreia na Libertadores. Em busca do quarto título

Menos de uma semana depois de festejar a conquista do título da Recopa, o Grêmio estreia no início da noite desta terça-feira, no Grupo 1 da Libertadores – a grande prioridade do ano. O adversário será o Defensor no modesto Estádio Luis Franzini, em Montevidéu.

O Grêmio busca seu quarto título na competição. No ano passado ganhou o tri ao superar o Lanús, da Argentina, na decisão.

Renato deve manter o mesmo time titular que tem iniciado as últimas partidas do Grêmio, apesar do bom futebol mostrado pelos reservas Thonny Anderson e Jael. Ramiro volta ao meio e Cícero, jogador que tem a confiança do técnico, segue no time. Não apenas a confiança: Cícero permite alterar o esquema em meio ao jogo porque sabe jogar como segundo volante, deixando a vaga no ataque para o reserva.

O time deve ser escalado com Marcelo Grohe; Madson, Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Jaílson e Maicon; Ramiro, Luan e Éverton; Cícero.

O Grupo 1 tem, além de Grêmio e Defensor, Monagas, da Venezuela, e Cerro Porteño, do Paraguai.

O jogo começa às 19h15min.

 

Anúncios

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em Grêmio, Libertadores e marcado , , , . Guardar link permanente.

19 respostas para Grêmio estreia na Libertadores. Em busca do quarto título

  1. Fred disse:

    Qual a chave do time do aterro do governador imposto pelos milicos?

  2. FabioTriTricolor disse:

    É noite de LIBERTADORES!

  3. Miguel disse:

    Entre Jael e Cícero no comando do ataque prefiro Jael.
    Entre Cícero e Jael no meio prefiro Cícero.
    Poderia ser Toni Anderson também no comando do ataque.
    Jael mesmo não fazendo gol preocupa a zaga adversária. Não foge do confronto, é forte, aguenta trombadas. Às vezes erra passes fáceis e acerta outros difíceis e de efeito. As vezes conclui muito mal, noutras faz tudo certo mas a bola não entra. É batalhador. Já não tenho mais aquela aversão que eu tinha no começo quando ele chegou.

    • Gaudêncio disse:

      Para mim, o principal “x” está na participação do Maicon na dinâmica do jogo – sendo que ele atrasa a jogada, sem a fluência e o talento do Arthur.
      Outras questões que não consigo decifrar:
      – é proibido no Grêmio chutar de fora da área?
      – o que leva o Cortez a ir até a linha de fundo e em lugar de cruzar logo a bola – tendo em vista que com Jael temos ao menos um “homem” de referência no comando de ataque – ou a recua ou espera a chegada da marcação?

  4. Roberto disse:

    Quem tem a estreia mais difícil na fase de grupos da Libertadores?

    Defensor x Grêmio
    Flamengo x River Plate
    Racing x Cruzeiro
    Univ. de Chile x Vasco
    Real Garcilaso x Santos
    Millonarios x Corinthians
    Junior Barranquilla x Palmeiras
    Inter x Controle Remotón

  5. Maurício disse:

    Já se vão quase 40 anos que aprendi como é bom ser TRI.
    Lembro com prazer de ter presenciado o evento único na história do futebol brasileiro que transformou esse status em um verdadeiro rito de passagem no esporte, vindo a imortalizar a expressão no dialeto local como sinônimo de excelência.
    É bom ver que nosso pioneirismo deu frutos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s