Uendel alerta: é preciso evitar o comodismo

Desde o último sábado, o Inter disparou o sinal de alerta. O time melhorou, mas nada de euforia ou de soberba. Começou com o técnico Guto Ferreira.

Logo depois da vitória sobre o Guarani, a terceira na sequência, ele lembrou que o time vive um processo de evolução, mas que ainda há muitas correções a fazer, muitos erros a evitar. Na entrevista coletiva da terça-feira, foi a vez do experiente lateral-esquerdo Uendel, uma das afirmações da equipe.

Para Uendel, mais do que nunca é preciso cautela para evitar surpresas e a volta da insegurança.

– Sabemos que uma sequência de três vitórias é muito importante para a gente, mas tem que ganhar novamente – destacou. – Não é porque vencemos três seguidas que o jogo de sábado (contra o Londrina) está ganho. Pelo contrário, será um jogo difícil. Mas não podemos entrar no comodismo. Há espaço para evolução do time, é preciso cuidado e tentar ganhar mais uma vez. O desafio é melhorar em todos os setores para que no final a gente atinja o objetivo.Teremos novamente uma equipe fechada aqui dentro de casa e que vai dar trabalho. Pode ser aquele 0 a 0 no intervalo. O gol pode sair no primeiro ou no último minuto.

A PROPÓSITO

Guto Ferreira deve repetir mais uma vez a escalação. A única dúvida fica no meio-campo: ou ele mantém o formato da última partida, com D’Alessandro de titular e Camilo na reserva, ou faz o revezamento para não desgastar tanto o meia argentino.

 

Anúncios

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em Inter, Série B e marcado , , , . Guardar link permanente.

13 respostas para Uendel alerta: é preciso evitar o comodismo

  1. 66 disse:

    “Não é porque vencemos três seguidas que o jogo de sábado (contra o Londrina) está ganho.”
    Obrigado, Uêndel.

    Se vencermos, abriremos 5 pontos do 5º colocado, o Juventude ( que se exploda ).

    Projeção de garantia de volta á serie A ali por Outubro.

    • CAMPEÃO DE TUDO disse:

      As projeções do 66 só não me preocupam mais do que a qualidade comprovada do “treinador”.

      • 66 disse:

        Sou um otimista.
        Se fosse pessimista diria que a classificação vem só em Novembro.
        O sal grosso nos salvou. E pelo andar da carruagem, encontraram o sapo.

  2. Maurício disse:

    Não há com que se preocupar, na entrevista depois do último jogo o Guto foi bem claro ao dizer que ‘o mais importante é manter o pezinho no ch’…OH WAIT!

  3. 66 disse:

    E eu optaria pelo descanso do argentino. Se jogar pode estourar.
    Sem contar que a nossa melhor partida esse ano foi com o Camilo, mas isso é apenas um detalhe. Repetir o time que teve a melhor atuação não deve ser a melhor opção. Claro.

    • andreas boos disse:

      Concordo, dar uma banqueada no Dale ate uns 20min do 2º fica legal. Se o camilo nao estiver bem na partida, o Dale entra antes. Assim mantem a formação da melhor atuação e de quebra da um descanço pro gringo.

  4. Roberto disse:

    “…será um jogo difícil. Mas não podemos entrar no comodismo.”
    É um jogo descisivo também? Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  5. Maurício disse:

    Atenção: quem estiver devendo resposta no tópico anterior, favor se apresentar antes da inspeção do blogueiro. Ficar esperando o vale ser deletado ‘não vale’ (com o perdão do trocadilho). kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  6. INTERminável COLORADO disse:

    A melhor defesa (INTER. Quem diria, hein?) contra o melhor ataque (LONDRINA).

    Acho que devemos ter cuidado, sim. Apenas isso.

    • 66 disse:

      O Klaus, que nunca jogava, entrou no time e a zaga se estabilizou.
      Como toda a zaga que se preza, a primeira preocupação atualmente é tirar a bola de perto do nosso gol. Ninguém fica querendo demonstrar uma técnica que não tem, fazer lançamentos que não sabe e muito menos se achando melhor do que é.

      • INTERminável COLORADO disse:

        Gosto do KLAUS. Joga sério. Tem velocidade, chuta pra qualquer lado, se necessário. Boa impulsão e antecipação. De tranquilão já basta o CUESTA que joga limpo e sai troteando mais tranquilo que água de poço, como se tivesse só ele no campo.

  7. 66 disse:

    Campeão de Tudo…
    olha só a coluna do Pedro Ernesto, publicada antes do jogo Inter x Oeste, sob o título “Morte Cerebral”
    ***Na linguagem médica, morte cerebral significa o paciente que não mais retorna à vida. Ele ainda respira, está ali, mas não sobreviverá. É mais ou menos assim que vejo a situação do técnico Guto Ferreira à frente do Inter. Se perder ou empatar, é claro que está fora. Mas mesmo se ganhar do Oeste ainda poderá ser sacrificado. Essa vitória precisa vir acompanhada de desempenho. Um mínimo desempenho, que seja razoável, que prometa alguma coisa melhor daqui para a frente. É tudo o que o atual técnico do Inter não tem conseguido. A paciência do torcedor se esgotou há horas, e ele só não saiu porque há constrangimento em ter o sétimo treinador em 19 meses. Não creio que Guto seja técnico do Inter no próximo jogo, na outra terça-feira, contra o Goiás.***
    Foi tu que escreveu pra ele a coluna??

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s