Da série ‘Perguntar não ofende’

Depois de outra derrota e de mais um desempenho muito ruim do Inter, você acredita que Guto Ferreira chegará ao jogo desta terça-feira, no Beira-Rio, ainda como técnico da equipe ou os dirigentes devem mesmo partir em busca de outra solução para que a campanha melhore na Série B?

Anúncios

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em Inter e marcado , , , . Guardar link permanente.

28 respostas para Da série ‘Perguntar não ofende’

  1. Campeão FIFA disse:

    Tem que mudar pra valer

  2. 66 disse:

    A troca do treinador será obrigatória, mas sinceramente, continuo não vendo no treinador a responsabilidade maior pelo buraco em que o Inter se meteu. Acaba é que não tem outra opção nessas horas.
    Pô…dentro do campo quem resolve são os jogadores. O treinador orienta o time, treina e monta a estratégia. Às vezes a estratégia até pode ser equivocada, mas mesmo assim, na hora H quem tem que decidir são os jogadores.
    No duelo dentro de campo, é jogador contra jogador. Se demonstrar mais garra, espírito coletivo e disposição, dificilmente será batido da forma que foi no sábado.
    Já disse…olhem o Corinthians jogar. O time deles é irritante. Todo mundo pega junto. Não tem estrelismos. Até porque se tivesse, já teria apanhado da torcida. Ninguém é maior que o clube. Quem joga lá sabe muito bem disso e joga a morrer em todas.
    E quem é o treinador do Corinthians?? Um desconhecido.
    Essa postura é muito mais a identidade do clube do que do seu treinador, porque o Corinthians joga do mesmo jeito seja com que treinador for. Pelo lado inverso, o Inter também joga do mesmo jeito, seja o treinador que for.

    • casiorabello disse:

      Concordo. Jogadores são 95% responsáveis pelo resultado (no mínimo). Outro exemplo é o Vasco, colocou uma gurizada identificada com o clube e já está recolhendo bons resultados. Bem diferente de pouco tempo antes. Minha dúvida é se temos alguma qualidade na gurizada.

      • 66 disse:

        Eu vi esse jogo também.
        A gurizada do Vasco, ciente da necessidade do time, correu o jogo inteiro. E quando o Paulão saiu machucado, o time melhorou um pouco mais.

      • Maurício disse:

        Esses 95% são baseados em que?
        Acho um equívoco cravar que a utilização da ‘gurizada identificada com o clube’ vai dar certo. Ora, às vezes vai dar e às vezes não. Depende de safra, organização, estrutura, saúde financeira, competições a disputar. São muitas variáveis.

      • INTERminável COLORADO disse:

        Ano passado, por exemplo, não deu certo a utilização da gurizada. Chegamos ao cúmulo de entrar num greNAL do brasileiro com 8 da base…Afundaram todos, sem exceção…

    • Rafael disse:

      Discordo. Apesar de desconhecido do grande público, o técnico do Corinthians já demonstrou competência, em boa parte dentro das cercanias corintianas. Tanto é que já havia sido sondado pelo próprio clube para assumir o time principal quando da saída de Tite. Na ocasião, recusou porque ainda não se achava preparado para o cargo.
      O Corinthians não joga sempre do mesmo jeito. Vide a queda acentuada de rendimento após a saída de Tite, quando o clube apostou em Cristóvão e Oswaldo de Oliveira. Só voltou a evoluir com a entrada do “desconhecido” Carille.

    • Maurício disse:

      Tu acredita mesmo que haja hoje um clube específico com uma ideologia ou ‘método de trabalho’ acima do fator humano e imune às vicissitudes da conjuntura atual do futebol brasileiro? Fala sério!

  3. FabioTriTricolor disse:

    Boa SEGUNDA pessoal

  4. Maurício disse:

    Pelos trabalhos recentes, acreditei que o Guto tinha um poder aglutinador, de extrair o melhor de cada um, trazer seriedade e tal. Mas ao invés disso, o que temos visto é uma total falta de convicção [que nessa situação me parece fatal], algum bruxismo burro, pouquíssima estratégia, zero jogada ensaiada, e o pior de tudo: os menos piores sendo mal aproveitados.

    É visível que os jogadores estão fazendo corpo-mole e que, mesmo que tenham chegado a comprar a ideia do gordo, já a deixaram em algum coletor por aí.
    Tá mais do que provado que o caso do Inter não é pra qualquer um.

  5. Leo Nardo disse:

    Concordo com os comentários aqui do blog.

    Não penso que a troca de treinador irá resolver como um passe de mágica e o time irá engrenar.

    Como já foi bem colocado anteriormente, o time do Corinthians tem um treinador novo, o Vasco está ganhando corpo. O Grêmio já revelou quantos treinadores para o Brasil?

    A impressão que dá, vendo de fora e como torcedor, é que os jogadores querem derrubar o treinador. Posso estar redondamente enganado, mas como leigo, parece.

    O Inter, em algum momento da sua história, começou a exigir medalhões para treinar seus jogadores. Vamos ver de alguns anos para cá, quem conseguiu fazer o Inter jogar mesmo?

    Se a direção não tinha convicção no trabalho do Guto, nem deveria ter trazido. Na época que veio, tinha o Levir Culpi e o Marcelo Oliveira disponíveis no mercado.

    Agora, em um jornal, leio que as opções que o Inter teria são Dunga e Paulo César Carpeggiani.

    Sinceramente falando, apesar de fã, não gosto do Dunga como treinador. E o Carpeggiani, quanto tempo faz que não treina um time de ponta? Iria dar certo no Inter e com seu plantel de jogadores exigente?

    Ainda penso que a solução está no grupo de jogadores. Resolver as carências que estão sendo clamadas pela torcida há muito tempo – laterais, zagueiros, meio-campo…

    Tínhamos o Moledo em casa, que joga com um pé nas costas com essa zaga que temos aí. Foi embora sem jogar, pois tínhamos o Paulão.

    Daí a direção quer fazer o negócio da China, para trazer ele de volta e de graça. Não consegue e traz que zagueiro? Nenhum. E por aí vai.

    Infelizmente, acredito que iremos ver esse filme por um longo tempo ainda…

    • Rafael disse:

      “O Inter, em algum momento da sua história, começou a exigir medalhões para treinar seus jogadores.”
      Quando um clube chega em determinado patamar, obriga-se a contratar treinadores com status de altíssimo reconhecimento no meio esportivo. Alternativamente, poderia contratar treinadores novatos mas extremamente talentosos.
      Pois bem, não temos nem uma coisa nem outra. Insisto: o Inter se tornou uma passarela de treinadores medíocres.

    • CAMPEÃO DE TUDO disse:

      Trocar de treinador? O Inter não pode trocar o que não possui há 3 anos!
      O povo se perde muito nas análises. Compara clubes com tradições diferentes. O Inter não tem histórico de revelar treinador e abusou de emergentes até ser rebaixado. O Carille ainda precisa mostrar e na minha opinião o Corinthians não vai ser campeão. Trocar por gurizada foi o que o Inter fez no ano passado e levou o time para a Série B. Vamos se situar galera!

    • andreas boos disse:

      Todo time historico do inter tinha um (ou ate mais de um) jogador que mobilizava o time, famoso motorzinho. Nesse historico recente tivemos o Tinga, F9. Falta pra gente alguem que vista a camisa e cobre dentro de campo. Dale, na minha opniao, por ser estrangeiro, nao tem esse perfil. Falta esse jogador racudo que incendeie os companheiros durante o jogo.

  6. Maurício disse:

    Tô tentando lembrar do último treinador de clube grande que tenha resistido a um ‘ultimato’ público.

  7. Fifaldino disse:

    Acho que a hora do Guto (sair) chegou, mas se for pra trazerem o Dunga…… GLUP!

    • Maurício disse:

      Mas até onde sei essa cogitação do Dunga é mera especulação de internet, e parece ser coisa de quem não quer mudança no comando, um bode-na-sala tipo ‘se o gordo sair, olha quem pode vir…’.
      Li que o Inter precisaria de 12 vitórias nas 22 rodadas que faltam, um aproveitamento de 54% – temos mantido cerca de 50%.
      Me parece claro que, como tá hoje, não vai ser suficiente.

      • Fifaldino disse:

        Espero que seja só isso mesmo. Que tem que mudar eu não tenho a menor dúvida.

      • INTERminável COLORADO disse:

        Não sei se as 12 vitórias seriam suficientes para subir. Acho que NÃO DÁ.

        Campeonato Brasileiro de Futebol de 2016 – Série B

        Classificação dos primeiros 8 colocados:

        Equipe……..PJ V E D GP GC SG PTS

        Atlético-GO.38 22 10 6 60 35 25 76
        Avaí/SC……38 19 0910 45 34 11 66
        Vasco/RJ….38 19 08 11 54 41 13 65
        Bahia/BA….38 18 09 11 57 34 23 63
        Náutico/PE.38 18 06 14 55 43 12 60
        Londrina…..38 1612 10 40 29 11 60
        CRB/AL……38 17 07 14 57 54 03 58

      • Fifaldino disse:

        O negócio é contratar um matemático!! Ehehe…

      • Mateus disse:

        Essa exigência tende a cair, o campeonato desse ano tá mais parelho que 2016. Se o inter se ajeitar AGORA, sobe!

  8. CAMPEÃO DE TUDO disse:

    Nem o Zago, nem o Guto deveriam ter sido contratados. Mas o segundo conseguiu piorar o time do primeiro com invenções bizarras como a de ter colocado Dalessandro como uma espécie de centroavante, o Pottker como ponteiro, os atacantes mais marcam do que apoiam e os laterais não tem cobertura quando sobem. Além disso ainda queima jogadores publicamente na imprensa. É burro e desagregador. Após várias desculpas Guto agora diz que no Bahia teve mais tempo, como se a Série B do ano passado fosse um jogo por semana e como se quando ele teve mais tempo o time tivesse voado e não piorado.
    Ele foi trazido pelo mesmo critério que trouxeram Roth no ano passado: amizade! Mas sua contratação significou mais do mesmo no sentido de que não se trata de um treinador experimentado e acostumado com pressão de clubes grandes. É da mesma estirpe de Argel, Falcão, Roth, Lisca e Zago. A casamata do Inter virou cargo de estagiário. O pior é que agora que ele precisa ser retirado não tem mais treinador experimentado disponível. E agora teremos que lamber os beiços com um Dunga, que pelo menos sabe o que é pressão grande e normalmente fecha com o grupo de jogadores.

    • Maurício disse:

      Espero honestamente que não cheguemos a tal sinuca-de-bico mas… hoje, nessa situação caótica, se tivesse de escolher entre Abelão e Dunga, Dunga sem dúvida!

  9. INTERminável COLORADO disse:

    Não sei se as 12 vitórias seriam suficientes para subir. Acho que NÃO DÁ.

    Campeonato Brasileiro de Futebol de 2016 – Série B

    Classificação dos primeiros 8 colocados:

    Equipe……..PJ V E D GP GC SG PTS

    Atlético-GO.38 22 10 6 60 35 25 76
    Avaí/SC……38 19 0910 45 34 11 66
    Vasco/RJ….38 19 08 11 54 41 13 65
    Bahia/BA….38 18 09 11 57 34 23 63
    Náutico/PE.38 18 06 14 55 43 12 60
    Londrina…..38 1612 10 40 29 11 60
    CRB/AL……38 17 07 14 57 54 03 58

    • 66 disse:

      Certeza de subir só com 19 vitórias.
      Precisamos de mais 13 vitorias.
      A média desse ano está inferior mas não muito. Apenas a ruindade está melhor distribuída.

  10. Roberto disse:

    Falta camisa ao inter…

  11. 66 disse:

    Está na cara que o Guto virou refém do resultado de amanhã.
    Não existe novidade nisso. Ninguém vai aguentar outro resultado ruim e o vidraceiro voltará a faturar em caso de derrota.
    O Oeste meteu 3 no Juventude, que dá mostras de ter sido o cavalinho paraguaio da série B. Joguinho complicado.
    O que será de nós em caso outra atuação desastrada??
    Não podemos pedir a entrada da gurizada, mesmos que os experientes não joguem nada;
    Não podemos nos espelhar no exemplo de outros clubes;
    Não podemos reclamar dos medalhões improdutivos;
    Já não podemos reclamar dos altos salários;
    Mas do “comprovadíssimo” corpo-mole podemos. Claro.
    Futebolês metido à besta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s