Das leituras

“(…) O mais triste da crise atual não é a perda da esperança na política, mas a perda da fé no Brasil. Um país é feito, em grande medida, de fé. A pátria é uma ficção que depende de que todos compartilhem de meia dúzia de mitos e ilusões. (Não à toa, os EUA, país mais poderoso do mundo, são também aquele em que esses mitos estão mais profundamente enraizados). A sensação atual é de que a nossa fonte secou. Jeitinho virou corrupção… A casa-grande e a senzala perduram, 129 anos depois da abolição. A fala parnasiana do nosso presidente (escrevo na sexta (14), Temer ainda é presidente) é a prova de que regredimos para antes de 1922… Não é verdade que nada presta. Pense em pessoas, músicas, costumes, livros, objetos, paisagens, comidas. Tenho certeza de que você encontrará algo para se apegar. Temos que encontrar. Nós vivemos aqui. Somos 200 milhões. Não cabe todo mundo em Miami ou no Uruguai. Nossa única opção é arrumar a casa. Precisamos reinventar o Brasil (…)”

(Antônio Prata, escritor, na coluna de domingo na Folha de S.Paulo)

Anúncios

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em Das leituras e marcado , , , . Guardar link permanente.

11 respostas para Das leituras

  1. Zeca Nivete disse:

    Tem horas que da medo, e por muitas vezes sinto vergonha de ser honesto.

  2. 66 disse:

    E não aparece um maluco pra dar um tiro na testa de meia-dúzia de salafrários. O resto se endireitaria de medo.
    Fora disso, não acredito em mudanças no nosso querido Brasil.
    Desculpem, mas é o que eu realmente penso.
    Os caras estão zombando da gente há décadas. Não estão lá por nós. Estão por eles.
    Só matando.

  3. Marcão disse:

    “Brasil”… Ainda existe isso???

  4. alessandro machado disse:

    Parabéns aos patos da fiesp e outros acéfalos..
    a luta de classes está aí, e o povo está perdendo..

    • Henrique disse:

      Só espero que em “outros acéfalos”, vc esteja descrevendo o lado “político” oposto do pato da FIESP. Se não estiver, então é pq não entendeu o texto.

      • alessandro machado disse:

        claro, o lado oposto é aquele q deu uma gota de esperança para o povo, que não via desde o velho gaudêncio

  5. Maurício disse:

    É realmente inacreditável que tantas dezenas de milhões de pessoas não tenham força e vontade política suficiente pra mudar o rumo da nação.
    Me parece que, mais do que uma imperativa e profunda mudança cultural, é preciso realizar que esse processo de transformação nunca se desenvolverá a partir das políticas públicas, e sim juntamente com elas, em um processo mutuamente participativo.

  6. Ricardo disse:

    O Brasil está sendo reinventado, gente grande tá indo em cana, o que “nunca ocorreu antes na história desse país”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s