O Corinthians e seu esquema seguem desafiadores

Quando alguém pedia mais atacantes ao técnico Rubens Minelli, ele respondia que não importava o número deles na escalação, mas quantos chegavam ao ataque durante os jogos. Ou seja: esquema bom é esquema bem executado, como repetem especialistas de várias épocas no excelente livro A Pirâmide Invertida, de Jonathan Wilson.

No Brasileirão atual, este conceito tem sido confirmado rodada a rodada pelo Corinthians, como já destaquei semanas atrás aqui no Blog.

Fábio Carille definiu uma ideia, treinou os jogadores, convenceu-os de que seria a melhor escolha para a disputa do campeonato e a consequência está no campo. O Corinthians é líder isolado e invicto do Brasileirão, com 33 pontos ganhos em 13 jogos, 11 vitórias e dois empates, impressionantes 89,7% de aproveitamento.

O esquema se baseia em um forte e bem organizado sistema defensivo e aproveitamento máximo nos contra-ataques. Foi assim a vitória sobre o Palmeiras. A posse de bola ficou com o adversário, os três pontos foram garantidos pelo Corinthians. Em dois ataques, um em cada tempo, dois gols.

Quem vê o Corinthians percebe que tudo é muito bem ensaiado. Basta ver a movimentação dos jogadores. Os movimentos parecem automatizados.

Não dá para imaginar até quando esta superioridade será mantida, mas virou o grande desafio do Brasileirão: quem será capaz de parar o Corinthians?

 

 

Anúncios

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em Futebol e marcado , , , . Guardar link permanente.

12 respostas para O Corinthians e seu esquema seguem desafiadores

  1. FabioTriTricolor disse:

    Estão na SEGUNDONA e torcendo pro Corinthians.

  2. Guasca disse:

    Renato ‘meu grupo’ Dináh já decretou que o Curintia despencará.

  3. andreas boos disse:

    O inter eliminou esse time… fazer o que …

  4. Diego disse:

    É lesionar 1 ou 2 e cairão de produção. FATO!!!!

  5. 66 disse:

    Já usei o Corinthians como exemplo de time efetivamente competitivo várias e várias vezes.
    Me chama a atenção como eles conseguem montar times competitivos ano após ano, com elencos normalmente recheado de jogadores comuns, tendo um ou outro destaque e praticamente todo ano estão na briga pelo título.
    Mesmo detestando o clube, respeito essa capacidade de se renovar sem perder a característica de time aguerrido. Só vejo no Corinthians essa qualidade. Nenhum outro time é assim.
    E isso não é apenas uma coisa momentânea. Absolutamente não. Todo jogador que entra no time do Corinthians parece se transformar. É uma característica ligado à camisa. Nenhum jogador do Corinthians faz corpo mole, coloca as mãos na cintura ou fica brabinho com alguma coisa. Sem contar que todos que vão jogar lá já sabem que o clube sempre está em primeiro lugar, não havendo espaço para estrelismos.
    Eles jogam em qualquer lugar ( tendo jogadores experientes ou não no elenco ), enfrentam de igual pra igual qualquer time no Brasil, nunca são goleados evVendem caro qualquer derrota.
    Quem são Pablo e Balbuena??
    Os volantes Gabriel e Maycon?
    Romero e o ex-inter Marquinhos Gabriel??
    Rodriguinho ex-Gremio no meio e Jô de atacante??
    O Inter com esse time seria detonado pela imprensa e pela torcida.
    O próprio Jadson, se fosse contratado para o lugar do RDA, minha nossa…seria vaiado, mas no Corinthians, faz gols decisivos a toda hora. Se perguntassem aqui quem é melhor…RDA venceria de goleada com a torcida batendo mo peito, cheia de orgulho.

  6. CAMPEÃO DE TUDO disse:

    O Corinthians de 2017 será o Grêmio de 2008.
    O Cornetão está avisando há horas!

    • 66 disse:

      Quem será o campeão, CT??

    • Pedro disse:

      Ou o Inter de 2009, que cedeu os mesmos 11 pontos de vantagem para o Flamengo e entregou o caneco com um time infinitamente superior ao Grêmio de 2008.

      • CAMPEÃO DE TUDO disse:

        Até onde eu me lembro de 2009 o Inter começou vencendo as 4 primeiras partidas do BR depois começou a despencar até o Tite ser demitido e voltou a pontuar (mas sem assumir a liderança) com Mário Sérgio. Nada a ver com a entregada rothiana de 2008!

      • Pedro disse:

        Bom, então até onde você se lembra não é suficiente. O Inter tinha oito pontos de vantagem em relação ao Flamengo no final do primeiro turno, sendo que tinha um jogo a menos. Com a realização do jogo atrasado, abriu onze pontos do Flamengo que viria a ser campeão e, segundo a diretoria que rebaixou o Inter em 2016, o Flamengo só foi campeão por culpa do Grêmio. Claro que naquela época, os colorados Ainda acreditavam em Papai Noel…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s