Livro revela um segredo de 42 anos da II Guerra Mundial

A inacreditável história do dia em que um alemão salvou por cavalheirismo e profundo senso de humanidade um grupo de norte-americanos feridos e vulneráveis foi mantida em segredo durante 42 anos até o momento em que um jornalista tomou conhecimento dela e recuperou os detalhes, ouvindo os principais personagens.

Tudo está contado em O Amigo Alemão (Editora Geração), de Adam Makos e Larry Alexander, um daqueles livros que mantêm o leitor ligado da primeira à última de suas 405 páginas.

Na manhã de inverno de 23 de dezembro de 1943, depois de largar suas pesadas bombas sobre uma fábrica de aviões da Alemanha, um bombardeiro B-17 dos Estados Unidos teve de manobrar, sair da formação e buscar um jeito de voltar para a base da Inglaterra em segurança. Nada indicava que a tripulação, comandada por um piloto de apenas 21 anos, conseguiria vencer as barreiras antiaéreas e evitar a queda no oceano.

O bombardeiro, atingido pela artilharia alemã, estava sem o leme, sem metade do estabilizador traseiro, sem o bico dianteiro, com o artilheiro da parte de trás morto e vários feridos, tinha um rombo no lado direito e outro na esquerda, não tinha mais rádio e estava com as engrenagens da única arma que restava congeladas. Charlie Brown, o piloto, chegou a perder a consciência por falta de oxigênio, mas conseguiu mergulhar, ficar a 2 mil metros de altitude, recuperar os sentidos e estabilizar o avião.

Tudo ficou pior quando ao olhar para sua lateral, o piloto viu a aproximação de um caça 109 da força aérea alemã. Bastava alguns tiros e pronto. Todos estariam mortos. O caça fez então uma manobra diferente, foi para um lado, recuou um pouco, subiu, examinou sua presa do alto e, por fim, passou a voar sobre a asa esquerda do bombardeiro (acima, o encontro reproduzido em uma pintura).

De lá, Franz, o piloto alemão, fez sinais indicando uma direção – ele sugeria mudança no rumo para chegar à Suécia, ponto neutro e mais próximo. No bombardeiro, sem rádio, Charlie entendeu que ele pedia que os americanos pousassem na Alemanha, onde seriam presos, e ele manteve seu rumo. Como a comunicação estava impossível, o caça alemão seguiu ao lado do bombardeiro até que eles ultrapassassem a chamada barreira do Atlântico, onde a Alemanha mantinha uma cortina poderosa de canhões antiaéreos.

Da terra, ao verem um caça alemão ao lado de um grande avião, os artilheiros alemães entenderam que era uma manobra de sua própria força aérea, como um treinamento. E evitaram disparar. Quando chegaram ao mar, o alemão girou e voltou para a Alemanha. Ele tinha ajudado a salvar uma tripulação do inimigo.

Por 42 anos, nem Charlie nem Franz se conheceram. Não sabiam as razões de cada um naquele inesperado encontro de dezembro de 1943, nem mesmo se poderiam se encontrar algum dia. Mantiveram segredo por razões diferentes. O americano foi proibido de contar porque seria uma espécie de elogio a um inimigo alemão. O piloto do caça sabia que se revelasse ter poupado um inimigo será fuzilado imediatamente, como traidor.

A história seguiu assim até que um deles revelou alguns detalhes em uma publicação muito lida por militares. O resto, que é um roteiro pronto para um filme, está no livro.

 

 

Anúncios

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em Dica de Livros e marcado , , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para Livro revela um segredo de 42 anos da II Guerra Mundial

  1. Maurício disse:

    Tua última frase foi meu primeiro pensamento: roteiro pronto pra filme.

    • almiro disse:

      Bacana, semana passada acabei de ler “A lista de Schindler”, depois vi o filme, incrível como o Spielberg, q creio ser descendente de judeus, foi fiel ao original de Thomas kEnneally, grandes conflitos podem reservar atitudes como estas.

  2. Ricardo disse:

    “Feliz Natal” é um filme sensacional que se passa na I guerra e tem a mesma temática.
    É baseado nos fatos que realmente aconteceram.

  3. Pingback: Livro revela um segredo de 42 anos da II Guerra Mundial — – GOOGLELEX

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s