Grêmio volta a vencer o Fluminense. Com dois gols de falta

Mais uma vez, o Grêmio mostrou superioridade, impôs seu estilo e venceu o Fluminense por 2 a 0, na noite desta quinta-feira, no Maracanã. Foi a nona vitória consecutiva dos titulares, incluindo jogos de Libertadores, Copa do Brasil e Brasileirão.

O jogo foi totalmente controlado pelo Grêmio, desde o início.

No primeiro tempo, com quatro jogadores de marcação no meio, o time gaúcho controlou o Fluminense, evitou a pressão e, aos poucos, passou a buscar o ataque. No segundo, Renato trocou Maicon por Éverton para ter mais velocidade na frente e o adversário ficou ainda mais indefeso.

Foi tão amplo o domínio gremista que, em toda a partida, apesar de jogar em seu estádio e buscar a recuperação, o Fluminense não teve uma única chance clara de gol. Richarlyson marcou, aos 10 minutos da partida, mas estava impedido. No fim da fase final, Henrique Dourado arriscou de longe. Foi só.

No mais, ou o Fluminense esbarrava no bom sistema de marcação do Grêmio ou sofria para controlar a movimentação de Luan, Ramiro e Arthur, principalmente.

Não houve também muitas oportunidades do Grêmio, mas o time esbanjou superioridade, em todos os sentidos. E voltou a mostrar que tem grande maturidade para jogar como visitante, sem se perturbar com o ambiente ou eventuais pressões.

Como o ataque não encontrou soluções no primeiro tempo, a vitória passou a ser construída na cobrança de falta – e que cobrança. Aos 10 minutos, Edílson bateu de longe, acertando a bola em cheio no peito do pé, que saiu reta inicialmente, depois fez uma curva e entrou no ângulo direito. Um a zero.

Na fase final, a vida do Grêmio ficou ainda mais tranquila, diante de um adversário sem força, sem técnica e sem jogadores capazes de liderar a reação.

Aos 14 minutos, Edílson bateu forte, de longe, e a bola passou perto do ângulo esquerdo. Aos 17, Luan fez grande jogada na intermediária, driblou três jogador e tocou a Arthur, livre. O chute parou no goleiro. No rebote, Luan chutou desviado.

O gol que definiu tudo – e a terceira vitória do Grêmio sobre o Fluminense, em sequência, duas delas no Maracanã – surgiu aos 34 minutos. Fernandinho sofreu falta na meia-esquerda, perto da área. Edílson correu para bater, mas Luan segurou a bola e pediu para fazer a cobrança. Fez bem: chute em curva, colocado, 2 a 0.

Luan correu e abraçou Edílson. Os dois tinham decidido tudo, um na força, outro no jeito.

Com a vitória, o Grêmio chega a 18 pontos (86% de aproveitamento), a um do líder Corinthians (19 pontos, 90% de aproveitamento), e tem o melhor ataque da competição (18 gols, média de 2,5 por partida).

Em apenas sete rodadas, os dois líderes começam a abrir boa vantagem sobre os times que seguem logo abaixo na tabela. Do Grêmio para o São Paulo, sétimo colocado e primeiro fora da zona de classificação à Libertadores, já são oito pontos de diferença.

O Grêmio nem volta a Porto Alegre. Fica no Rio até domingo. Na segunda, enfrenta o Cruzeiro em Belo Horizonte.

Anúncios

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em Brasileirão, Grêmio e marcado , , , , . Guardar link permanente.

14 respostas para Grêmio volta a vencer o Fluminense. Com dois gols de falta

  1. Miguel disse:

    A fase anda tão boa que até gol de falta o Grêmio faz. Se ano passado e anteriores fez dois no ano todo, hoje fez dois em um jogo só. O Grêmio não jogou com a mesma intensidade das primeiras rodadas, jogou mais cadenciado.

    • Gaudêncio disse:

      É o preço do bruxismo que impôs a escalação do Maicon – que é um exímio “errador” de passes.
      Sob o ponto de vista de resultado, o importante foram os 3 pontos, desgarrando um pouco da turma do meio. Olhei o jogo do Cruzeiro – e mantenho a ideia de que será jogo para o esquema 4 – 3 – 2 – 1.
      O time do Cruzeiro é muito mais forte do que o Flu, mais encorpado. Um empate no Mineirão será importante para a continuidade do Brasileirão.

  2. Arthur Vanderlei disse:

    Também temos batedores de falta, senhores! Que ano…

  3. Gaudêncio disse:

    Algo estranho no ar… com cheiro de lavanderia…
    Quer dizer que o co-irmão conseguiu 5 milhões de euros por um cara do nível do William?
    Tem algo muito estranho neste valor, até porque os alemães não costumam rasgar dinheiro…

    • 66 disse:

      Secador de tribunal…secador de venda de jogador…
      E o Gremio ganhando até sem centroavante.
      Tá louco.

      • Gaudêncio disse:

        Pra você ver o que é divertimento…

      • 66 disse:

        Deve estar bom mesmo. Dá tudo certo.

      • Gaudêncio disse:

        Este é o mistério. Esta é a magia do futebol. E da vida.
        Por isso é importante aproveitar o momento no qual tudo dá certo, tudo se encaixa.
        Veja seus amigos secadores do Inter… todos sumiram aqui dos posts sobre o Grêmio, porque o discurso se esvai diante de uma realidade que não é tangível.
        Apenas nos dois casos coloquei apenas uma opinião.
        Em nenhum momento discuti a possibilidade concreta do Inter ir para a C – o que pode vir sim a voltar para a pauta se o Inter recorrer da decisão do STJD. Neste caso, pode pintar um clima de vingança da turma do tribunal.
        Sobre os valores recebidos pelo William, apenas a percepção do espanto pela qualidade de negociação dos representantes colorados.
        Sugiro, inclusive, que o Grêmio os contrate.
        Observe que o Grêmio captou míseros 11 milhões de euros por Wallace – titular, campeão olímpico, campeão da Copa do Brasil…
        Porque o cara precisa ser um gênio conseguir 5 milhões de euros por um jogador limitado como o William, assumidamente desprovido de caráter, reserva sem brilho nas olimpíadas, vice-campeão gaúcho, violento (o lance com o Miller foi apenas mais um de sua longa e impune carreira de agressões – sempre com o mesmo modus operandi, típico dos que adquirem a percepção da impunidade) e limitado tecnicamente.
        Não foi secar e nem cornetear – foi mostrar todo espanto e admiração.

      • 66 disse:

        O guri joga bem e cometeu alguns erros na carreira. Nada de mais.
        Mau caráter é o Kléber Gladiador. Tu viu o que ele fez ontem??
        Deu soco, cuspiu, agrediu.
        O William não é tão mau caráter assim mas tinha que ir embora. A torcida perdeu o encanto por ele quando preferiu não jogar pra forçar a saída.
        E eu gosto de futebol justamente pela sua imprevisibilidade. Quando tá dando tudo certo tem mais é que aproveitar.

      • Gaudêncio disse:

        666
        Kléber é um dos tantos embustes.
        Não se trata de um bad-boy – quando isto ainda tinha alguma relevância.
        Trata-se apenas de um mau-caráter.
        Mas este tipo de criminoso se mantém no mercado por conta de dirigentes que adoram negociatas; de uma crônica esportiva que endeusa certas atitudes; de juízes que apitam de acordo com as conveniências; de uma justiça desportiva que é uma pantomima, e de torcedores que aplaudem quando estes marginais fazem algo estúpido em favor do time deles.
        Não se trata de privilégio nacional.
        Dia destes, li a notícia de um jogador argentino – tinha que ser argentino! – que usou pregos para afastar um atacante de time adversário.
        Ou como esquecer os nossos exemplos locais – de parte a parte?

      • 66 disse:

        Conseguiu enriquecer jogando nada. só criando confusão.
        Pior é que ainda tem bastante time periférico pra ele jogar.
        Vai enganar muito tempo ainda.

      • Gaudêncio disse:

        666: além de ter enriquecido muito dirigente…

  4. Ricardo-DF disse:

    Que campanha incrível ! Da-lhe tricolor!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s