Dias de insegurança e aflição para a torcida do Inter

O torcedor do Inter vive dias de aflição, como nunca.

Percebe que os adversários da Série B são inferiores, que a maioria sonha apenas em permanecer na segunda divisão, mas não vê o Inter se firmar, provar logo sua superioridade e se consolidar como um dos líderes da competição.

Depois do empate com o América-MG, o time caiu para o quinto lugar. Fora, portanto, do grupo de classificados.

Não é só.

Apesar da troca de técnico, o Inter segue indefinido.

Não tem padrão tático consolidado, nem um formato de time capaz de permitir segurança. Guto Ferreira faz mudanças, preserva titulares, tira Edenílson do meio, onde é um jogador eficiente, e o desloca para a lateral, onde não consegue se destacar, insiste com três atacantes na esperança de convencer dois deles a fazer a recomposição do meio-campo, vê o ataque perder inúmeras chances e a defesa entregar a vantagem com novas falhas.

É um período complicado.

No sábado, contra o Santa Cruz, no Recife, novas mudanças. Pottker voltou a Porto Alegre para fazer exames e ver se sua lesão muscular (nos primeiros minutos do jogo contra o América) é grave. D’Alessandro e Fabinho estão suspensos por cartão amarelo. Ou seja: mais trocas, reservas e insegurança.

O Inter segue em Belo Horizonte. Treinou na quarta, repete o esquema nesta quinta, no Centro de Treinamento do Cruzeiro (foto), e viaja sexta a Recife.

Ainda busca uma ideia.

Anúncios

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em Inter, Série B e marcado , , , . Guardar link permanente.

8 respostas para Dias de insegurança e aflição para a torcida do Inter

  1. CAMPEÃO DE TUDO disse:

    Argel, Falcão, Roth, Lisca, Zago, Guto!
    A casamata colorada está abandonada há algum tempo! Esse tipo de decisão não passa impune! Pagamos com o rebaixamento no ano passado e podemos pagar com mais uma temporada na B! Enquanto isso Levir assume o Santos e já se ve uma organização melhor no time paulista e o Inter do Guto Ferreira está jogando menos que o do Zago!
    Para sábado prevejo mais um empate. Guto vai armar um retrancão devido aos desfalques.

    • Miguel disse:

      Estás otimista, hem, Campeão.
      Eu prevejo uma derrota para sábado.
      O Santa Cruz está com um grupo melhor que o do ano passado, embora ainda esteja entrosando, pois tem jogadores que estrearam na última rodada, mas está melhorando gradativamente.
      Ah, e cuidado com faltas perto da área, embora não seja um grande zagueiro, Anderson Sales é ótimo cobrador de faltas.

      • CAMPEÃO DE TUDO disse:

        Não estou otimista só que as coisas não são tão lógicas assim! O Santa Cruz venceu uma partida que não esperava e resolveu efetivar o interino. O Inter passou a semana sendo criticado, com toda a razão. A tendência é o Guto fechar o time, até pelos desfalques, o que eu não concordo mas é o que ele deverá fazer, até pelas críticas de levar gol em toda a partida. O clima é de empate!

      • Miguel disse:

        É, faz sentido.

      • Andreas Boos disse:

        Como havia comentado em outro post, todos os times evoluem so o inter parece que nao vai pra frente. se jogar fechado acho que tem chance de sair com um resultado a la aquele do figueirense…. mas se for com essa faceirisse vamos voltar com esse poderosíssimo 1 ponto da excursão

  2. A série B prova, a cada jogo que vejo, que os três não são tão ruins qto parece. Desmerecê-los dizendo que o inter é superior está fazendo mal e mau aos jogadores.O Lisca deu uma entrevista muito boa na rádio grenal e falou sobre a série B, recomendo ouvir…
    Agora, pra mim ficou evidente que o problema do inter não era o técnico, desde de a saída do Argel parece que o futebol foi embora.
    A condução do clube é feita por outro grupo e mesmo assim o time não evolui. Acho que o papa precisa visitar o beira rio novamente…

  3. 66 disse:

    O time do Inter não flui faz tempo porque não tem jogadores que se complementam.
    Quem viu o Gremio hoje? Nem centroavante eles tinham. O Renato jogou com 4 volantes mas em momento algum ficou atrás. Os volantes do Gremio sabem jogar e chegam na frente o tempo todo. Os volantes do Inter não chegam na área adversária nunca, são lentos e não arrematam.
    O Fluminense parecia o Inter. Tinha posse de bola mas ficava só rondando até a intermediária gremista sem criar nada. Nehuma jogada pelos lados e o Gremio congestionou o meio com jogadores que marcavam. Podiam jogar mais duas horas e o Fluminense não faria gol no Gremio.
    O Gremio não tem um grande time mas parece justamente ter consciéncia das suas limitações e jogar de acordo com essa limitação. A medida que soma pontos, vai ganhando confiança mas não muda a forma de jogar.

  4. 66 disse:

    O Gremio, cheio de confiança, vai jogar fora com 4 volantes e sem centroavante.
    O Inter, numa crise existencial sem fim, discute se joga com 2 ou 3 atacantes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s