Grêmio: bom futebol, gols de Ramiro e vitória sobre Botafogo

Em uma de suas melhores atuações na temporada, o Grêmio venceu o Botafogo por 2 a 0, na noite deste domingo, na estreia no Brasileirão. Foram dois gols, mas, pela superioridade mostrada nos dois tempos e pelas inúmeras chances perdidas, a vitória poderia ser bem mais tranquila.

A boa atuação começou a se justificar pela escalação de Renato.

Ao optar pelo jovem Arthur no meio, Ramiro voltou para a posição em que mais rende, como um meia pela direita e com liberdade para jogar pelo campo todo. Ramiro não apenas fez o time melhorar muito em relação a outros jogos, mas acabou marcando os dois gols da vitória – o segundo, com um desvio na mão esquerda de Luan.

A superioridade do Grêmio se manifestou desde o início. Logo a seis minutos, Luan avançou livre, por meio da defesa, chutou colocado, mas Gatito Fernandes defendeu. Aos 20, Pedro Rocha chutou forte, de longe, Gatito desviou a escanteio. Aos 31, Lucas Barrios deu toque de letra e deixou Luan mais uma vez livre. O chute saiu forte, mas alto.

Apesar de toda a insistência e do domínio absoluto, o Grêmio só marcou aos 46 minutos – e foi um gol surgido no sufoco. Michel fez um lançamento de 61 metros para Leo Moura, que cruzou do fundo. Barrios bateu e Gatito defendeu. No rebote, foi a vez de Pedro Rocha tentar, mas o zagueiro Emerson evitou o gol. Na terceira tentativa, Ramiro concluiu rasteiro, forte, no canto direito. Um a zero, alívio para a ida ao vestiário.

Pouco mudou no segundo tempo, apesar da tentativa do Botafogo de adiantar a marcação. O Grêmio seguiu acumulando chances.

Foi assim aos dois minutos, na conclusão de Luan, e aos sete, quando o próprio Luan esbarrou na defesa de Gatito. Aos nove minutos, o esperado segundo gol apareceu. Na pressão, a bola sobrou a Ramiro, que chutou. No meio, a bola bateu na mão esquerda de Luan, subiu e encobriu o goleiro. Nem o árbitro, nem o auxiliar que estava atrás da goleira perceberam. O gol foi atribuído a Ramiro.

O Grêmio ainda teria duas chances perdidas inacreditavelmente: aos 28 minutos, Leo Moura cruzou na medida, e Luan, livre, na frente do gol, tentou colocar no canto de cabeça, mas abriu demais e errou, e aos 38, depois de cruzamento de Cortez (Marcelo Oliveira saiu com suspeita de luxação no ombro direito), Ramiro, também livre, concluiu por cima.

A melhor chance – e única – do Botafogo na fase final surgiu aos 41 minutos, quando Gílson chutou forte e acertou a trave direita de Marcelo Grohe.

Agora, aliviado pela estreia vitoriosa e com bom futebol no Brasileirão, o Grêmio se prepara para o início da disputa nas oitavas de final da Copa do Brasil. Quarta-feira, de novo na Arena, enfrenta o Fluminense de Abel Braga.

Anúncios

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em Brasileirão, Grêmio e marcado , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Grêmio: bom futebol, gols de Ramiro e vitória sobre Botafogo

  1. Ricardo - DF disse:

    Me surpreendi mais foi com o bom futebol do Michel. Que lançamento espetacular ele fez pro Leo Moura no primeiro gol. E o domínio de bola do Leo foi sensacional tb.

    Não sei o que houve, acho que alguma intervenção teve aí, para fazer essa mula do Renato enxergar que o Arthur é o substituto do Maicon. Michel e Arthur, com o apoio do Ramiro, dominaram o meio campo.

    Alguém leve o Luan fazer terapia, por favor. O que esse guri perdeu de gols hoje não existe. Bate uma tremedeira na hora que fica em frente ao gol e ele consegue fazer o mais difícil, errar! A primeira chance, na cara do goleiro, ele dá uma de Pedro Rocha e chuta reto em cima do goleiro. Com aquele gol imenso à disposição. Era só olhar e colocar, como ele fez contra o Iquique. O de cabeça, então, vai para o Sobrenatural Almeida. Inacreditável. Sem goleiro. Na linha da pequena área. Metade do gol vazio, um zagueiro e o goleiro voltando na outra metade.

    Acabou contaminando o Ramiro, que perdeu o 3o dele de forma inacreditável. A mediocridade se propaga, cuidado. Esses jogadores são muito suscetíveis. Basta dar umas xingadas neles e já entram em crise, começam a fazer essas barbaridades como o que o Luan tá fazendo. Acorda guri!

    Uma lesão do Oliveira vai nos dar enfim a oportunidade de ver Bruno Cortez na lateral. Quem sabe a coisa melhora ali pela esquerda. Falta só tirar o Rocha, que é um sumidouro de jogadas, e colocar alguém mais produtivo por ali. O Grêmio joga só por um lado hoje.

    Mas, no geral, um ótimo começo. O Bota não é ruim, e foi dominado pelo tricolor. Bora Imortal!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s