Por que o Novo Hamburgo chegou à decisão?

Finalista do Gauchão, o surpreendente Novo Hamburgo teve quatro confrontos com a dupla Gre-Nal.

No início do campeonato, venceu o Inter no Beira-Rio. Nas outras, empatou três vezes com o Grêmio – duas delas na Arena.

Em todos estes jogos, o Novo Hamburgo cedeu o campo para seus adversários. Grêmio e Inter sempre tiveram maior posse de bola, dominaram, mas não conseguiram dar sufoco em nenhuma das partidas.

Por quê? Porque tiveram dificuldades para superar as linhas defensivas estabelecidas pelo técnico Beto Campos – e este será o maior desafio para o Inter no próximo domingo.

Não é surpresa, portanto, a chegada do time do Vale à decisão do título. Foi líder do campeonato desde a primeira rodada e nunca mais perdeu a posição.

Tudo é consequência de um trabalho feito com competência, desde a montagem do grupo de jogadores – que custa, por mês, pouco mais de R$ 150 mil, dinheiro insuficiente para pagar o salário de apenas um dos principais jogadores da Dupla.

Beto Campos pegou o grupo e pensou em um esquema para fazer uma boa campanha. Depois, conseguiu convencer os jogadores de que a ideia era boa. Finalmente, teve o mérito de fazer com que seu time cumprisse rigorosamente a estratégia tática definida desde a pré-temporada.

Esquema bom, costumam dizer os maiores especialistas, é aquele que dá resultados.

O do Novo Hamburgo foi aprovado com louvor.

 

Anúncios

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em Futebol e marcado , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Por que o Novo Hamburgo chegou à decisão?

  1. INTERminável COLORADO disse:

    Porque despachou o Grêmio, ora pelotas!

    Brincadeiras à parte, o NOIA é um daqueles casos a ser estudado. Como pode uma folha salarial desse tamanho fazer frente a dois dos maiores clubes do Brasil e da América, cujas folhas salariais são 50 VEZES MAIOR? Algo está errado, e não é só planejamento, haja vista que todos os clubes planejam sua temporada (isso não quer dizer dará certo). Imaginem INTER e GRÊMIO com uma folha salarial de R$ 150.000,00. Conseguiram? Eu não consigo. Das duas, uma: Ou o futebol brasileiro está nivelado por baixo, ou o futebol brasileiro está nivelado por baixo, como o resto das Américas…Como explicar o sucesso atual da SELECINHA? O TITE (sabemos que todo técnico tem prazo de validade e não será diferente com ele) deu uma cara a ela, mas continuo desconfiando…Infelizmente o NOIA, que pode vir a ser campeão gaúcho (e lá no fundo gostaria de ver isso acontecer), em breve sucumbirá a falta de recursos. Além de NÃO TER TORCIDA (clube algum vive sem torcida), não possui apoio dos empresários da região do vale, que poderiam alavancar o clube. Isto ocorre em Caxias do Sul (segundo maior polo empresarial do Estado e um dos maiores do País) também. No jogo de Inter e Caxias, a torcida do Inter era maior. Havia imensos espaços vazios do lado do clube grená, isso que era uma semi-final de campeonato.Hoje a notícia é de que o Caxias FECHARÁ seu departamento de futebol no segundo semestre. Esta é a realidade. Mas é de parabenizar a diretoria, comissão técnica e jogadores do NOIA pelo GRANDE campeonato que estão realizando, com muita competência e qualidade.

  2. Maurício disse:

    Outro case interessante de 2017 [ainda que pelo fracasso] é o Boa Esporte.
    A recente contratação do goleiro Bruno, além de dividir a opinião pública, causou a perda de quatro patrocinadores e a fornecedora de material esportivo. O clube rebate afirmando que o Grupo Gois & Silva não chegou a romper o patrocínio principal e que as demais empresas já teriam sido substituídas, com exceção da Kanxa; alega ainda que a média de público local teria aumentado.
    O goleiro atuou em apenas 5 jogos pela segundona mineira: começou com 2 empates, sofreu uma derrota em casa e então obteve 2 vitórias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s