Inter vence e leva vantagem para decisão em Caxias

Ao vencer o Caxias por 1 a 0, na noite deste sábado, no Beira-Rio, o Inter fica a um empate de garantir classificação para a final do Campeonato Gaúcho. Não será nada fácil. O Caxias confirmou como visitante que é um adversário complicado, bem organizado, com bons jogadores e comandado com competência por Luiz Carlos Winck.

Dois personagens importantes olharão o jogo da arquibancada: o goleiro Marcelo Pitol levou o terceiro amarelo e terá de cumprir suspensão, e William, lateral do Inter, foi expulso ao receber dois smarelos e ser expulso pelo árbitro Roger Goulart.

O jogo teve dois tempos bem distintos.

No primeiro, sem Edenílson (que sentiu a musculatura no aquecimento), o Inter dominou amplamente, fez um gol e só não ampliou porque o goleiro Marcelo Pitol fez algumas defesas excepcionais. Além de esbarrar em Pitol, o Inter errou no último momento, como aconteceu quando Nico López fez grande jogada pela esquerda, cruzou e Brenner cabeceou desviado.

O gol surgiu aos 18 minutos, mais uma vez por Rodrigo Dourado – o segundo consecutivo do volante do Inter. Depois da cobrança de escanteio, Dourado bateu firme de direita, no canto esquerdo.

No segundo tempo, o Caxias passou a adiantar a marcação e a buscar o empate. O que já estava difícil para o Inter ficou pior aos 15 minutos, quando Antônio Carlos trocou Nico López – um dos melhores da equipe – por Valdívia. A torcida vaiou porque entendeu, corretamente, que Valdívia deveria substituir Roberson ou Brenner.

Aos 21, piorou ainda mais com a expulsão de William, que interrompeu com falta um contra-ataque puxado por Júlio César. Em seguida, um cansado D’Alessandro cedeu seu lugar ao lateral Alemão. A paciência terminou no momento em que Anselmo entrou no lugar de Uendel, para bloquear um pouco mais o meio.

O Caxias pressionou, teve um gol bem anulado de Gilmar (que estava adiantado) e reclamou com razão de pênalti não marcado ainda no primeiro tempo, quando a bola cruzada por Gian desviou no braço esquerdo de Roberson.

 

 

Anúncios

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em Gauchão, Inter e marcado , , , , . Guardar link permanente.

26 respostas para Inter vence e leva vantagem para decisão em Caxias

  1. FabioTriTricolor disse:

    Apito amigo e calça na mão

  2. CAMPEÃO DE TUDO disse:

    Mais uma eliminação encaminhada! E a culpa é do “Urubuzão de Tudo” que sempre avisa antes, e mesmo enxovalhado, acerta!

    • Gaudêncio disse:

      Vais errar seu prognóstico.
      Você sabe bem o poder de um apito amigo…

      • CAMPEÃO DE TUDO disse:

        A ferida de 15 anos foi tão profunda que a amargura de alguns não cessa nem no pior momento do Paizão! Tá loco!

      • Gaudêncio disse:

        Quem é pai de quem?
        Seria uma anomalia genética se o filho bastardo tivesse nascido antes do pai…
        Mas, na falta de uma linha de raciocínio mais culta, continue acreditando que o filho bastardo nasceu antes do pai…

      • 66 disse:

        Urubuzão, o resultado hoje não tem nada a ver com as tuas previsões nefastas.
        O jogo era pra ter sido no mínimo 3×0 pro Inter.
        O Zago hoje colaborou bastante para o resultado com a sua insistência inexplicável com o Roberson no time titular e com o próprio Brenner especificamente no jogo de hoje. Esses dois não jogaram absolutamente nada e mesmo com o Valdívia alternando boas e más partidas ( às vezes ele é irritantemente displiscente ) hoje quem deveria sair do time eram Roberson e Brenner, mas o Zago deixou os dois até o final.
        E o Nico, de novo, não era o primeiro a ter que ser substituído. Se ele já pensava em tirar o RDA e o Uendel para preservar os dois jogadores, na MINHA OPINIÃO, as mudanças deveriam ter sido outras.
        O Anselmo só pode jogar de primeiro volante. Do contrário, só atrapalha o Dourado que mais uma vez jogou um partidaço.
        O Inter abusou de perder gols novamente e esse placar magrinho pode ser insuficiente para a próxima partida.
        Com a expulsão do William e se já estava combinado a saída do RDA, era só colocar o lateral reserva e tirar o Roberson, colocando ou o Valdívia ou o Carlos.
        O Nico tinha sido nosso melhor atacante no primeiro tempo e o Brenner não acertava nada. Era outra oportunidade que não se criou pra ver o Nico jogando de centroavante.

      • CAMPEÃO DE TUDO disse:

        Vamos lá Gaudêncio:

        1) Títulos:
        Gauchão: 45 x 36 – INTER
        Brasileiro: 3 x 2 – INTER
        Copa do BR: 5 x 1 – GRÊMIO
        LA – 2 x 2 – EMPATE
        SA – 1 x 0 – INTER
        Recopa SA – 2 x 1 – INTER
        Mundial de Clubes – 1 x 0 – INTER

        2) Confrontos diretos:
        154 – vitórias do INTER
        130 – EMPATES
        128 – vitórias do GRÊMIO

        3) Grenais eliminatórios fora do RS:
        BR 1988 , Copa do Br 1992 , Seletiva LA 1999, SA 2004 e 2008: todos vencidos pelo INTER

        4) Primeira vitória em Grenal em estádios inaugurados:
        Eucaliptos, Olímpico, Beira-Rio, Arena OAS, Novo Beira-Rio: todos tiveram como primeiro vencedor o INTER

        5) Rebaixamentos:
        2 x 1 – GRÊMIO (único item que o Grêmio ganha do Inter)

        O que é tudo isso senão paternidade?

      • CAMPEÃO DE TUDO disse:

        66, minhas previsões “nefastas” não têm nada a ver com superstição ou qualquer contato com o além mas se dão apenas pela razão. E esta aponta que não temos treinador, que este encontra-se perdido e que o time involui em vez de progredir. Se queremos voltar para a elite no ano que vem temos que nos livrar de Zago o quanto antes e a oportunidade está surgindo. Com ele não subiremos!

    • 66 disse:

      O Zago tá ajudando

  3. Gaudêncio disse:

    Magnífica e providencial atuação do apitador.
    Certamente será recebido com tapete vermelho na sede da Federação na segunda.
    Fez tudo aquilo que titio Noveleto exige de suas bonecas:
    – tirou do próximo jogo o único jogador do Caxias que estava pendurado;
    – deixou Dale apitar o jogo e ditar o ritmo;
    – não expulsou Dourado, a despeito do conjunto da obra e da entrada criminosa no 1º tempo,
    e, principalmente:
    – não marcou o toque de bola do jogador do Inter o que seria penalti.
    Enfim… uma arbitragem para receber elogios do titio – quem sabe até mesmo uma menção na taça…

    • Campeão FIFA disse:

      Tudo isso é medo de grenal?

      • Miguel disse:

        Não, se for medo é do apito amigo que sempre favorece o InternaC. Quando não favorece é chororô por um mês e geladeira pro apitador que teve a ousadia de errar pros dois lados ou não errar/ajudar os rubro/rosas.

      • Gaudêncio disse:

        Sim, com certeza.
        Se numa semi os apitadores amestrados fazem isso, imagina numa final…
        Lembra de um juiz de linha que vibrou em um lance envolvendo o Fábio Rochenbach em um Grenal?

      • Gaudêncio disse:

        Bem lembrado Miguel…
        Mas este, o Roubarte do apito, vai receber um buquê de flores pelo dia das mães antecipado. Enviado pelo titio Noveleto…

      • Campeão FIFA disse:

        Ah, tá. Foi só uma dúvida que me ocorreu por que se não me engano no ano passado e outros aí Grêmio não deu as caras na final e tivemos que ser campeões em cima de times do interior
        Mas se foi tudo culpa do Noveleto então tudo bem.

  4. Maurício disse:

    A choradeira é sintomática, os bissegundinos acusaram fácil a evolução colorada.
    Não tem como ignorar o jogo de quarta, não há preparo que aguente aquele pique do início do jogo. Até por isso o Zago errou. Eu teria tirado o Dale primeiro, e depois o Loverson, nunca o Nico.
    Seria absolutamente normal o Brenner oscilar depois da média que vinha nantendo. Espero que não se abale.
    Independentemente do resultado de ambos matas, o que parece ter felizmente mudado no Inter é que agora não se tem mais aquela péssima impressão, já no início do jogo, de que não vai sair nada dali. Evoluiu legal o time do Zago na hora decisiva.

    • Miguel disse:

      Choradeira eu vi depois do jogo contra o Ju no primeiro turno, isso que o juiz deixou de dar um pênalti pró JU no primeiro tempo e deu um inexistente no segundo. Imagina se não tivesse errado contra o Ju no primeiro tempo!!!
      Mas… Como sonhar não custa nada… Ou custa, sei lá… Ainda sonho em ganhar o título com erro clamoroso à nosso favor. Nossa, será um chororô por 10 anos!!

    • Maurício disse:

      Já tava suficientemente claro mas… valeu Miguel!

      • Gaudêncio disse:

        Maurício, enquanto o pulha do titio Noveleto continuar impondo os roubarte da vida, é claro que sempre haverá uma garantia por parte do colorados: no momento decisivo, podem contar com o apito amigo.
        O próprio Miguel ressaltou isso e eu diria: houve o penalti claro no Grenal – sonegado de forma solerte, canalha e covarde por um amestrado apitador do titio Noveleto.
        O episódio do jogo contra o Ju é destas coisas bizarras.
        Será que na segunda, titio Noveleto vai chamar o roubarte na sua sala e pagar?
        Claro que não…
        Seria esperar demais de um torcedor travestido de dirigente de Federação.
        Inclusive não escutei do dirigente colorado nenhuma menção a que este campeonato é de cartas marcadas, agora que a arbitragem – sempre nos momentos decisivos – faz aquilo que o time não consegue fazer…

      • Maurício disse:

        Os ilustradores estão a mil… Já entendemos, gurizada! kkkkkkkk

      • Marcão disse:

        Então tá explicado! Eu nao conseguia entender por que o grêmio estava há tanto tempo sem ganhar Gauchão, apesar de todas as gloriosas máquinas de jogar futebol montadas por eles nos últimos anos. Agora sim, finalmente entendi: tudo culpa do Noveletto e do Roubarte, seja lá quem for esse cara… Acho, inclusive, que foi o Noveletto quem obrigou os adversários gremistas a escalarem times reservas na Copa do Brasil, pro grêmio se classificar para a Libertadores e jogar mais cansado no Gauchão. Só pode!

      • Miguel disse:

        Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa, Marcão.
        Os fracos times, ou erros de estratégia do Grêmio como no ano passado não apagam os erros dá arbitragem à favor do InternaC. No último Grenal, por exemplo, um pênalti claro não marcado à favor do Grêmio e uma atrasada do ídolo Dalessandro para Bolanõs onde o juiz deu impedimento. Já vocês pra lembrar de um erro desse porte à favor do Grêmio tem que recorrer à conduzida de bola com a mão do Ronaldinho.

      • Miguel disse:

        Há 15 anos.

    • alessandro machado disse:

      1×0 com um a menos foi bom resultado
      Acho que o zago trocou mal mesmo, a torcida tem razão, nico foi um dos melhores do time enquanto esteve em campo
      Se conseguir repetir contra o caxias o mesmo time que jogou contra o corinthians, acho que está encaminhada a classificação
      A perda do marcelo pitol para o jogo decisivo vai pesar!

  5. Analista disse:

    Time cansou. Brenner destoou novamente, assim como Uendel. Roberson tem jogado bem, esta sendo vitima de preconceito de alguns. E jogador util. Zago disse q quis preservar nico pra quarta. Tlvz os jogadores tb tenham pensado assim. A expulsao matoy o inter. Precisamos de um outro meia. Tomara que gutierrez acrescente. Uendel é, e vai ser sempre, improvisação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s