Dourado sobre o Corinthians: ‘Vai ser um jogo muito brigado’

A faixa de capitão do Inter vai trocar de braço, mais uma vez. No grande confronto com o Corinthians, nesta quarta-feira, ela volta a ser de D’Alessandro (foto), que foi poupado na partida do último domingo, contra o Cruzeiro.

Apesar de passar a faixa, Rodrigo Dourado, volante de apenas 22 anos, mas já com uma experiência considerável no meio-campo do Inter, falou com tom de capitão – como se a braçadeira usada no domingo continuasse com ele.

Vejam o que ele disse:

– A gente sabe que esse ano não vamos jogar contra as principais equipes do futebol brasileiro. No primeiro semestre é só Corinthians e Grêmio. Vai ser um jogo muito brigado, contra um time aguerrido. Em casa, não sofrer gols é de total importância. O Corinthians é uma grande equipe. Não dá espetáculo, mas é um time batalhador. Tem uma defesa forte. Vai ser muito difícil, mas será um clássico. Nos últimos anos essa rivalidade aflorou. Muitos jogos decisivos. Tanto a torcida do Inter quanto a do Corinthians falam que é o segundo clássico do futebol brasileiro. Depois do Gre-Nal, é Inter e Corinthians. É difícil, mas vamos nos preparar ao máximo para fazer um grande jogo.

Anúncios

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em Inter e marcado , , , , . Guardar link permanente.

6 respostas para Dourado sobre o Corinthians: ‘Vai ser um jogo muito brigado’

  1. CAMPEÃO DE TUDO disse:

    Será o início do fim da estadia de Zago no Beira-Rio! Sacode do Corinthians e eliminação para o Caxias! E tudo isso será bom para o nosso colorado!

    • Fifaldino disse:

      OK. A opinião é livre. Só não vale secar, tá CT?

    • 66 disse:

      Urubulino de Tudo ontem, hoje e sempre.
      Será bom no que essa desgraceira toda??
      Vamos contratar quem para treinar o Inter? O Zimmermann?
      O time do Inter está começando a se ajeitar. Esse Edenilson foi um achado. Deu outra cara para o Inter.
      E a eliminação em si não é um problema. A forma como e se ela acontecer é que me importa. Os dois times estão em momentos parecidos, buscando uma confiança e uma afirmação que a vitória nesse confronto trará. Quem passar de fase entre Inter e Corinthians ganhará muita moral para a reta final dos seus estaduais.
      Hoje não vejo favoritismo pra nenhum dos lados.. O Corinthians conta com uma pequena vantagem que é justamente essa superioridade sobre o Inter nos últimos anos, que faz com que o time paulista entre em campo um pouco mais tranquilo.
      O Zago tem cometido pequenos erros pontuais, que em nada desmerecem seu trabalho. Tirando o bruxismo com o Roberson, não tem muito o que mudar no time do Inter.
      Já senti uma certa pegação no pé do Léo Ortiz, ao meu ver injusta. Tenho gostado das suas atuações, no mínimo menos comprometedoras que o Paulão. Cobram dele uma postura de zagueiro experiente, sabendo que o guri tá recém iniciando a carreira.
      No mais, o time do Inter é isso aí mesmo.

    • Marcão disse:

      Putz…. Secar o Inter contra o Curíntia é coisa de gremista!

      • CAMPEÃO DE TUDO disse:

        O problema de alguns aqui é a impaciência. Pensam apenas no presente, não pensam no futuro. O Inter precisa ser eliminado da Copa do BR e do Gauchão nesse instante para não começar a Série B com um cara na casamata que já se mostrou perdido e protetor de perna de pau. Um cara que não vai trazer o Inter de volta! Ou preferem que o time acumule uma série de insucessos na B para que o treinador caia durante a competição e outro assuma, talvez, sem possibilidades de trazer o time de volta?

  2. Maurício disse:

    Apesar da amostragem pequena, ainda quero ver o Charles [sem pressão] na função do Dourado jogando com esse time mais ajeitado, pois têm compleição e fôlego semelhantes e o alemão me parece ter mais categoria, com um passe melhor e até uma chegada à frente.

    Fora a eterna ausência de opção ao Dale, me parece que o maior problema colorado hoje ainda é o psicológico. Tenho a impressão de que a temporada vai depender muito dos resultados advindos de uma maior capacidade de indignação/reação nas jornadas mais cascudas – e é certo que todos os outros times da série B farão ‘Copa do Mundo’ contra nós.
    Duvido que entre os jogadores o assunto 2ª divisão faça mesmo grande diferença, mas a pressão da torcida e da imprensa acabam por minimizar êxitos e maximizar tropeços e, pior, tudo sempre na base da bola de neve. Especificamente no caso deste jogo com o Corinthians, me parece haver um grande equilíbrio de situações, onde só mesmo a rivalidade e o retrospecto recente podem pesar a favor dos paulistas. Por outro lado, imagino que a eliminação geraria mais crise do lado de lá.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s