Grêmio: duas afirmações em que poucos apostavam

Futebol tem disso.

Um jogador trazido do Juventude, pouco valorizado pela torcida, quase sempre contestado e na maioria do tempo ocupante do banco de reservas virou um dos titulares mais importantes do atual time do Grêmio.

Ramiro, 23 anos, revelado pela base do clube de Caxias do Sul, ganhou confiança com Renato e hoje é base e peça fundamental do esquema. É múltiplo. Ocupa a direita do campo, aparece no ataque para concluir (foi assim o gol do empate com o Brasil) e, quando há necessidade, recua para ser volante (fez isso no Bento Freitas).

Na lateral-direita está outra destas afirmações surpreendentes.

Quando o experiente Leo Moura, 38 anos, foi contratado, no início da temporada, quem acreditou que era uma boa escolha? Tinha disputado Série A no Santa Cruz, não estava mais no circuito dos principais clubes do país, dava a impressão de encaminhar o fim da carreira.

Pois bem, ele ocupou a lateral depois da lesão do titular Edilson e tem sido sempre um dos jogadores mais eficientes do time. Foi assim também no Bento Freitas. Corria de sua lateral ao ataque nos últimos minutos de um jogo duramente disputado com a energia de um jovem. Hoje, é uma das preferências da torcida.

Nos dois casos, apoio justo.

Anúncios

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em Gauchão e marcado , , , . Guardar link permanente.

6 respostas para Grêmio: duas afirmações em que poucos apostavam

  1. alessandro machado disse:

    e agora, CURINTIA, prova defogo para zago e sua trupe

  2. Diego disse:

    Não vão chegar nem nas oitavas da Copa Gremio, que faseeeeeeee…

  3. Kikomarques disse:

    No Grêmio, Ramiro já foi treinado pelo Luxemburgo, Renato, Enderson Moreira, Felipão, Ròger e agora de novo Renato. Só com Renato ele consegue ser titular. Em 2013 também foi assim, embora com menos destaque, formando meio de campo com Souza e Riveros, Deixando Elano e Zé Roberto no banco. Por que isso? Vários motivos. 1) Falta de alguém no departamento de futebol que de fato entenda de futebol, O Grêmio pagou uma fortuna pelo Giuliano e ainda lhe pagava um alto salário, tendo dentro de casa um jogador capaz de fazer mais do que o fez. 2) Preconceito do técnicos. Neste balaio eu coloco Felipão e Róger. 3) Falta de percepção do técnico. Boto o Luxemburgo nessa. 4) Falta de cacife do técnico para bancar o Ramiro. Enderson entra nessa,. 5) Preferencia pessoal do técnico, Ramiro é uma aposta do Renato. E na situação em que o Ramiro estava no Grêmio, só Renato teria condições de escalar o Ramiro e receber apoio da torcida. 6) MÉRITOS DO RAMIRO QUE NUNCA DESISTIU, NUNCA SE DEIXOU ABATER PELAS CRÍTICAS.
    Quanto ao Léo Moura, uma coisa eu já sabia: pior do que Wallace Oliveira, Galhardo e Pará ele não poderia ser. .

  4. Maurício disse:

    O Ramiro é um comum em ótima fase, e o Léo Moura me parece inferior ao Edílson no conjunto da obra.

  5. Papa Charlie disse:

    que no tiene perro caza con “La Gata”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s