Grêmio e Inter em campo. De olho do Gre-Nal

Qualquer iniciado nas sutilezas (ou não) da rivalidade Gre-Nal sabe que o clássico começa antes da data definida pela tabela e termina bem depois. Vira debate sobre mistérios, dúvidas e, às vezes, provocações, chega ao confronto em campo e se estende depois com os debates, muitas vezes duradouros.

Os jogos da tarde deste sábado, uma semana antes do primeiro Gre-Nal do ano, são um bom exemplo disso.

Antônio Carlos deve poupar o meia D’Alessandro contra o Brasil, no Beira-Rio, não apenas porque o jogador sente uma lesão na parte posterior da perna direita, mas principalmente porque acima de tudo existe a preocupação com o clássico.

Renato não fará diferente. Ele mesmo admitiu na entrevista coletiva da sexta: se o jogo da tarde deste sábado contra o Cruzeiro fosse decisivo, Luan seria escalado. Como há o Gre-Nal pela frente, Luan – que passou os últimos dias tratando uma tendinite no joelho direito – fica fora da partida pelo Gauchão.

Nenhum dos jogadores da Dupla atuará neste sábado desligado do Gre-Nal da sexta rodada.

O Grêmio entra em campo mais cedo. A partir das 16h30min enfrenta o Cruzeiro, no Vieirão, em Gravataí. É um clássico com mais de cem anos.

Renato terá Michel no lugar de Maicon (que, é bom lembrar, forçou o terceiro amarelo a pedido de Renato para não correr o risco de ficar fora do clássico) no meio. Bolaños segue no lugar e na função de Douglas, Fernandinho substitui Luan e, na frente, Éverton entra na vaga habitualmente preenchida por Pedro Rocha, que ainda não acertou a prorrogação de seu contrato.

No Inter, que jogou duas vezes em 24 horas na semana (quarta pela Copa do Brasil, no dia seguinte pela Primeira Liga), com duas vitórias, volta a campo na tarde deste sábado para tenar, contra o sempre complicado Brasil, a primera vitória em cinco rodadas do Gauchão.

D’Alessandro deve ficar fora do jogo, a não ser que tenha uma recuperação surpreendente, e será substituído por Seijas. Na frente, no lugar do suspenso Brenner (expulso contra o Passo Fundo), o técnico Antônio Carlos comfirmou o uruguaio Nico López.

O Inter vem de duas vitórias e uma convicção: o time começa a se adaptar ao esquema de Zago, de marcação adiantada, troca de passes e velocidade na frente, com dois atacantes.

O jogo começa às 19h30min.

 

Anúncios

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em Gauchão, Grêmio, Inter e marcado , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Grêmio e Inter em campo. De olho do Gre-Nal

  1. Ricardo-DF disse:

    MM, uma pergunta. Vc falou do esquema do Zago. Qual seria o esquema que o Renato estaria tentando implantar no grêmio? Existe uma opinião quase unânime de que ele pegou um time pronto do Roger, corrigiu algumas falhas, motivou e teve sucesso em 2016. Agora, outra temporada, novos jogadores, vc consegue enxergar um time com a cara do Renato em formação?

    • almiro disse:

      Acho q o Renato nunca teve time c\a “cara dele”, vide Flu e Bahia, mas a conquista da CB e participação na LA. devem motivar a equipe, que parece dar pro gasto, há boas perspectivas, Brasileirão, ninguém sabe, Parmera continua favorito, na minha opinião.

      • Arthur Vanderlei disse:

        A grande chance que ele teve de fazer o time dele seria 2011. Aí ocorreu a maior sandice administrativa da história do futebol mundial, aquela tentativa frustrada de recrutar o Assizinho mau caráter. Renato foi pra Libertadores com Lins e Viçosa de atacantes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s