Da série ‘Perguntar não ofende’

Lucas Uebel/Divulgação GrêmioDiante do rigoroso controle de gastos e da falta de recursos para grandes investimentos, qual deveria ser a prioridade dos dirigentes do Grêmio neste momento para atender aos pedidos de Renato e reforçar o time antes do início da Copa Libertadores?

Anúncios

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em Grêmio e marcado , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Da série ‘Perguntar não ofende’

  1. Kikomarques disse:

    O fazedor de gols. Sem dúvida. Dá para levar com Geromel, Kanneman e Rafael Thiery? Confio na zaga com Thiery e Geromel. ou com Thiery e Kanneman.. Em caso de urgência coloca o Lucas Rex, e em caso de super urgência (só em caso de super urgência) coloca o Bressan. Meio campo com Jailson, Maicon Maluco, Ramires e Bolanos? Dá para levar. Agora, sem o fazer de gol, não dá. O fazedor de gol é aquele cara que “oculta” os erros da defesa, que torna sem importância o gol do adversário, por que ele já fez os gols necessários para garantir a vitoria. Querem um exemplo? Na decisão da Copa do Brasil, segundo jogo contra o Galo, o Marcelo Ghroe cometeu um erro incrível e o Cáceres fez um dos gols mais bonitos da história da Arena do Grêmio. E daí? Não teve importância nenhuma por que no primeiro jogo o Pedro Rocha foi menos Pedro Rocha. Foi uma fazedor de gol “suficiente”. Fez dois e perdeu outros dois que só ele perde. Até os dois gols que ele perdeu ficaram esquecidos por causa dos dois que ele fez.
    E no jogo da Arena, o fazedor gol Bolanos completou o serviço. Se o Pedro Rocha fizesse 50% das chances de gol que tem, seria um baita goleador. O Pedro Rocha é o contrário. Ele oculta a qualidade d companheiros. Contra o Caxias, o Ramiro colocou o Pedro Rocha duas vezes na cara do gol. Duas assistências perfeitas. Mas como o PR perdeu os gols, ninguém se lembra das assistências do Ramiro. Nem nas estatísticas oficiais de assistências elas não entram por que não terminaram em gol. Um fazedor de gol e o time melhora 50%. Este negócio de pedir zagueiro, meio de campo e atacante é desculpa que o Renato está preparando para eventual insucesso. Sem o fazedor de gol, eu fecho com ele, não dá para ir longe. Mas zagueiro e meio campo não é tão urgente assim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s