D’Alessandro: ‘O torcedor precisa de carinho, ser feliz’

DivulgaçãoD’Alessandro viveu uma terça-feira especial. Foi recepcionado por mais de mil torcedores ao chegar a Porto Alegre, abraçou e foi abraçado, deu a entrevista (foto) de lançamento do Lance de Craque (jogo beneficente marcado para a noite desta quarta-feira) e dedicou boa parte da conversa com os repórteres ao Inter.

Falou como jogador do time, depois de cumprir o contrato de empréstimo com o River Plate. Será dele a missão de liderar o grupo na campanha da Série B (ele se negou a falar na letra) e na tentativa de trazer o Inter de volta à primeira divisão.

Duas questões para Dale:

A volta a Porto Alegre

Estou voltando ao clube. Sinceramente, estou muito feliz. Voltar a minha terra e ser campeão, ganhar dois títulos, foi muito importante. A gente aqui vive uma situação diferente. Uma situação que ninguém esperava. Mas o futebol tem isso. Momento bom, momento ruim. O Inter nos últimos 12, 15 anos, viveu as maiores conquistas da história do clube, passou a ganhar títulos ano após ano. Hoje, nos encontramos em um momento que não é bom para nenhum colorado. Se tudo ocorrer bem, vamos tentar com que o Inter não fique tanto tempo nessa situação. Não vou nem citar a letra (o B da série). Não gosto. Que a gente possa voltar”.

O reencontro com a torcida

Me lembrou muito a primeira vez em que cheguei a Porto Alegre. Foi uma coisa incrível, em pensar na mobilização do torcedor. Entendo que seja pelo momento do clube. O torcedor precisa de carinho, estar feliz. E o torcedor não foi feliz nesse último ano. Temos que procurar coisas para que o clube melhore, para que consiga se reerguer, volte a ocupar o lugar que merece. Hoje, eu me sinto com muito mais responsabilidade do que em 2008. Estou voltando em momento diferente. E só agradeço. Sempre agradeci pelo carinho e o que sempre tentei fazer foi dar o retorno dentro do campo. Para mim, é importante“.

Anúncios

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em Inter e marcado , , , . Guardar link permanente.

33 respostas para D’Alessandro: ‘O torcedor precisa de carinho, ser feliz’

  1. analista disse:

    Pois é… até acho que tem suas virtudes… mas sabemos que não é essa “flor” toda que muitos acham… tem muito marketing, mas pensa bastante nele mesmo – o que, aliás, não é totalmente errado,. Será que vai ter vontade de viajar para o norte e o nordeste do país?, coisa que já não fazia nos anos passados… e não vai “pular da barca” logo ali adiante? De mais a mais, um clube de futebol que pretende, mesmo, ser GRANDE, não deveria apostar todas suas fichas num jogador de trinta e seis anos que, há bastante tempo, tem um rendimento medíocre, que se lesiona muito… mas o Inter já não se comporta como GRANDE há bastante tempo mesmo… SABEREMOS!!!

    • Fifaldino disse:

      Calma, 66!!!!!

      • analista disse:

        66… não… hehhe. Olha, só fico pensando que idolatarias não fazem bem em área alguma… o D’Alessandro foi um excelente jogador, mas nunca foi aquele grande craque que dizem… acho que foi um líder, até um torcedor dentro de campo, um jogador grandemente identificado com o clube… mas acho que também já deve ter pendido pro lado errado, só vendo o seu próprio lado… e acho que já fez muitas pataquadas, que deu “migué” para não viajar para longe, independentemente da situação do time… que já foi expulso de maneira irresponsável antes de partidas decisivas… que impediu crescimento de atletas jovens… que fora de casa quase sempre jogou pouco… que nos grandes jogos nunca foi o cara – fora os grenais, obviamente…, mas acima de tudo vejo que um clube do tamanho do Inter, no mundo ideal, não poderia ser alicerçar num jogador de 36 anos com rendimento medíocre… mas admito que o mundo ideal não existe… enfim… tem contrato com o Inter, se se dispõe a jogar a séria B deve ser admirado por isso… então TORÇO para que dê certo… só não aposto todas minhas fichas de que seja o certo e de que vá dar certo… até porque as repatriações coloradas têm nos feito muito mais mal do que bem… ou não???

      • Fifaldino disse:

        Nem era necessário se explicar tanto, 66!!!

      • Marcão disse:

        Até concordo com essas críticas do analista ao D’Alessandro, mas a questão é: tem algum outro armador, camisa 10, melhor pra sugerir ao Inter no momento?

    • Filipe Borin disse:

      Pelo que entendi são os fãs que estão eufóricos com a volta (principalmente por estarem carentes), a diretoria não parece estar contando que ele seja a salvação. Afinal ele está cumprindo contrato.

  2. Lorpa Colorado disse:

    Mesmo não jogando 100% vai ajudar. É uma liderança dentro e fora de campo.

  3. Maurício disse:

    O torcedor precisa é ter motivos pra voltar a acreditar no time.
    O valor do Dale é muito mais histórico que qualquer outra coisa.
    Tem que formar um time decente e independente dele.

  4. Guasca disse:

    Uma das manchetes do Clicrbs:
    Diretor da CBF protocola e-mails em cartório e se contradiz sobre suposta falsificação do Inter.

    Minha opinião: Se caiu no campo, deve jogar no limbo da Segunda. Mas que a CBF sofra algum tipo de punição. Foi ela quem liberou a inscrição do Vitor Ramos.

    • Maurício disse:

      Também acho, não se trata mais da questão rebaixamento, que foi merecido. Trata-se da calúnia sofrida pela instituição SCI, já que a ‘denúncia’ da CBF teve grande repercussão na mídia.

    • Fifaldino disse:

      Estava claro desde o primeiro momento que a CBF encobriu a mancada que fez em benefício do Vitória. Aquele piti da CBF, acusando o Inter de falsificar e-mails, é prova cabal que o Inter acertou o ponto fraco deles.

    • Arthur Vanderlei disse:

      Vem novos capítulos aí. E, posso estar enganado, mas acho que a vergonheira vermelha vai aumentar mais.

      • Roberto disse:

        Também acho.

        O que está escrito no e-mail anexado pelo inter:
        “Boa tarde.
        Primeiro, o Palmeiras e o clube mexicanos devem dar uma conclusão ao TMS#106697, sobre o empréstimo do atleta para o Palmeiras.
        Após isso, será necessário o retorno do empréstimo para o México e um novo pedido de empréstimo para o Vitória. Mesmo para outro clube do mesmo país, é necessário o retorno do ITC para o México para depois gerar um novo empréstimo para o clube brasileiro.
        Abs.”

        O que está escrito no e-mail constante na Ata Notarial:
        “Boa Tarde.
        Primeiro, o Palmeiras e o clube mexicanos devem dar uma conclusão ao TMS#106697, sobre o empréstimo do atleta para o Palmeiras.
        Após isso, precisa-se analisar: se o empréstimo estiver concluído, o ITC permanece no Brasil e o jogador não terá mais vínculo com o mexicano. Porém, se o jogador tiver vínculo com o clube mexicano, será necessário o retorno do empréstimo para o México e um novo pedido de empréstimo para o Vitória. Mesmo para outro clube do mesmo país, é necessário o retorno do ITC para o México para depois gerar um novo empréstimo para o clube brasileiro.
        Abs.”

        Que cousa…

      • Diego disse:

        Roberto, o estranho é que a IVI em peso ignora essa “pequena diferença” nos e-mails.
        Era óbvio que a CBF não iria acusar o Binter, mesmo após o STJD já ter arquivado o caso, sem ter razão.
        A Série C nunca esteve tão perto…

      • Fifaldino disse:

        Xiiiii….. pelas previsões apocalípticas, espero que os 6remistas sejam tão bons especialistas em TI quanto foram com contratos de construção dos estádios. Ehehe…

      • Arthur Vanderlei disse:

        Interessante que ontem mesmo o Mário Marcos postou aqui sobre jornalistas que privilegiam “dar a notícia primeiro” em detrimento de “dar a notíicia correta”.

      • Diego disse:

        Exato, Arthur.

      • Roberto disse:

        Os diretores da CBF podem ser acusados de tudo, mas nunca de burros. Jamais iriam fazer uma acusação grave sem estarem amparados. Burro é quem acredita na IVI, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      • mariomarcos disse:

        Nesta questão, o importante é ir até o fim e esclarecer quem errou.

      • Roberto disse:

        Quando vazaram os e-mails pelo Estadão, a IVI insanamente divulgou o teor destes. Ontem a IVI divulgou na íntegra o teor da Ata Notarial feita a pedido da CBF, a qual reproduz o conteúdo dos e-mails a partir do computador da própria CBF. Compulsando o teor dos e-mails utilizados pelo Internacional e os e-mails reproduzidos na Ata Notarial, verificam-se incongruências gritantes. A CBF não é boba. Mas o que fica claro é que os advogados do Inter ou são falsificadores ou receberam (ilegalmente, diga-se) os emails assim, sequer imaginaram que poderiam estar adulterados e por isso os utilizaram. E aí caíram como patinhos, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Maurício disse:

      Tá fraco esse plantão hein? kkkkkkkkkk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s