Professor Keke ensina o futuro campeão Nico Rosberg

Quando Nico Rosberg nasceu, em 1985, seu pai, Keke, já era campeão de Fórmula-1 (pela Williams) havia três anos. O novo vencedor da categoria, título conquistado no último domingo, em Dubai, teve portanto um professor particular em casa.

Por isso, um dia depois de festejar seu primeiro título Mundial, pela Mercedes, Nico Rosberg divulgou um vídeo familiar em sua rede social. As imagens mostram suas brincadeiras nos tempos de criança, como mergulhar com o triciclo na piscina, e as primeiras aulas no kart.

Lá está Keke ajudando-o desde usar o macacão até colocar o capacete e, principalmente, marcando em um pequeno bloco os tempos que fazia no circuito.

O vídeo, com um título em agradecimento ao pai e à mãe, está no Twitter.

São belas imagens – e com Thinking out Loud, do Ed Sheran, como trilha.

Confiram no link:

https://mobile.twitter.com/nico_rosberg/status/802903611000770560

Anúncios

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em Fórmula-1 e marcado , , , . Guardar link permanente.

8 respostas para Professor Keke ensina o futuro campeão Nico Rosberg

  1. Kikomarques disse:

    O Keke Rosberg foi campeão mundial coma apenas uma vitória. E só foi campeão porque o piloto francês Didier Pironi, que liderava com folga o campeonato, sofreu uma grava acidente, e não pode correr mais. Assim o Keke acabou ultrapassando-o e levando o título. Aliás, Pironi abandonou a fórmula 1 e vou de correr de lancha. Morreu em 1987. Em novo acidente.

    • Maurício disse:

      Foi campeão com apenas uma vitória, enquanto Pironi (2º – com 6 corridas a menos), Watson (3º), Prost (4º), Lauda (5º) e Arnoux (6º) venceram 2 vezes cada.

      O sistema de pontuação da época permitia essa distorção, valorizando de certo modo a regularidade. O grande Piquet, por exemplo, conquistou seus campeonatos com apenas 3 vitórias em cada, sendo que em 83 e 87 teve menos vitórias que os vice-campeões!

  2. Kikomarques disse:

    Sim. Naquela época os pilotos tinham de descartar o seu melhor e o seu pior resultado Mas o que de fato favoreceu ao Keke não isso e sim a afastamento do Didier Pironi.

  3. Kikomarques disse:

    Amigos leiam ou releiam o que o Maurício escreveu, principalmente os mais jovens leitores deste blog: Watson, Prost, Lauda e Arnoux com duas vitórias cada. Mais as vitórias do Pironi e mais a vitória do Keke Rosberg. Só aí são seis pilotos diferentes com vitórias no ano. Eram outros tempos. O piloto era mais importante do que o carro. Valia a pena torcer. Verdade que a F1 era muito mais perigosa.

    • Maurício disse:

      E pelo menos 4 equipes estavam no páreo. Não havia padronização nos pneus (Michelin e GoodYear calçavam as melhores equipes) nem nos motores (os aspirados Cosworth V8 de Williams e McLaren competiam com os turbo V6 de Renault e Ferrari)…
      Hoje é aquela chatice: muita regrinha, muita tecnologia e pouco braço.

      Saudade do tempo em que acordava cedinho no domingo, pegava um cobertor, um nescau e um pacote de bolachinha recheada e me acomodava em frente à tv com o volume bem baixinho – a mãe odiava o ronco das ‘baratas’ kkkkkkk – pra torcer pelo Piquet!

  4. Ronaldo disse:

    O Rosberg teve um bom ano, mas as frequentes panes do carro do Hamilton eram inexplicáveis e suspeitas, pois o carro de Rosberg não teve nem a metade dos problemas.

  5. Maurício disse:

    O Nico acaba de anunciar sua retirada da categoria.
    Será que o Keke também lhe ensinou a lição do George Constanza, de aproveitar o ápice pra ‘sair por cima’?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s