Contra a Ponte, um jogo que começa a definir o futuro do Inter

Ricardo Duarte/Divulgação InterDe hoje ao dia 4 de dezembro, serão quatro jogos e uma espécie de corrida entre Inter e Vitória. O objetivo é chegar ao fim da tarde da última rodada do Brasileirão na frente do adversário direto. No momento, o Inter (38 pontos, 17º lugar na tabela) está um ponto atrás do Vitória – lutando para voltar à frente e depender apenas de seu próprio esforço para ganhar esta corrida para fugir do rebaixamento.

A primeira destas quatro partidas que decidem o futuro do Inter está marcada para a noite desta quinta-feira, no Beira-Rio. Contra a Ponte Preta, o time de Celso Roth espera dar a arrancada final para escapar da Série B.

Tem tudo para ser uma noite tensa. Às 19h30min, antes portanto do confronto do Inter, o Vitória estará em campo enfrentando o Santos, na Vila Belmiro. Ou seja: quando cruzar o túnel em direção ao gramado do Beira-Rio, os jogadores do Inter já saberão o resultado do seu principal adversário no momento.

Tudo foi pensado como decisão para a partida da noite.

O clube repetiu a promoção de não cobrar ingresso para sócios de qualquer modalidade que fizessem check in. Até o fim da tarde de quarta-feira, segundo o dirigente Alexandre Limeira, mais de 31 mil torcedores tinham reservado lugar. Significa que o Beira-Rio receberá outro grande público, solidário com as necessidades do time, mantendo a média superior a 35 mil pessoas das últimas partidas.

Desta vez, o técnico Celso Roth vai escalar aqueles que a torcida julga os melhores. Alex deixa o meio-campo, William volta para a lateral-direita, Valdívia e Sasha estão confirmados para dar velocidade ao meio e Vitinho, recuperado de lesão, garante força no ataque.

O jogo começa às 21h.

Anúncios

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em Brasileirão, Inter e marcado , , , , . Guardar link permanente.

8 respostas para Contra a Ponte, um jogo que começa a definir o futuro do Inter

  1. Maurício disse:

    A derrota da Sport em casa ontem foi importante pro Inter: além de livrar da degola um de dos nossos próximos adversários, pode ter trazido os pernambucanos de volta à disputa do Z4.
    Ainda que só tenha assistido o 2º tempo, com o Cruzeiro já à frente, chamou minha atenção a postura meio desanimada do Sport.

    Como jogarão agora duas seguidas fora, é possível que o meu velho palpite pra 4ª vaga não tenha sido assim tão absurdo.

    • analista disse:

      Se o Grêmio não tivesse entregado os pontos aqui…

    • INTERminável COLORADO disse:

      Olha, Maurício. Acho que tu está sendo muito otimista.

      O Sport está com 5 pontos na nossa frente. Ele pega o Atlético PR (F) e América MG (F), mais o último jogo em casa contra o rebaixado Figueirense. 9 pontos em disputa.

      O primeiro é osso duro, mas em jogo de times de iguais tudo é possível. Quanto ao América, já rebaixado, dou 3 pontos ao Sport. No último, em casa, o Sport deve vencer o Figueirense. Ou seja, fará 6 pontos, no mínimo. Somados aos 43, chegaria aos 49.

      Para o Inter alcançá-lo e ultrapassá-lo, teria que vencer todos os jogos que tem pela frente. Ponte Preta e Cruzeiro em casa, Corinthians e Fluminense fora. Vencendo todos faria 12 pontos, que somados aos 38, chegaria aos 50.

      É possível? É. Mas improvável e inimaginável!

      A briga é SOMENTE com o VITÓRIA, dependendo dos resultados (de ambos) na noite de hoje…

      • INTERminável COLORADO disse:

        Mas digamos que o Sport só faça 4 pontos dos 9 que lhe restam. Ao Inter caberia vencer 3 jogos, dos 4. Empatariam em pontos e a coisa se definiria pelos critérios…

        Hoje, o Sport possui 2 vitórias a mais que o Inter. Saldo (-) 6 [igual ao Inter] e nr de gols marcados 45 (13 gols a mais que o Inter)…

      • Maurício disse:

        Claro que é só uma possibilidade remota, como frisei, mas bem mais plausível que algumas que andei lendo por aqui. Não se pode esquecer que, da Ponte pra baixo, TODOS estarão tão preocupados quanto nós, e, principalmente, que o cenário muda jogo a jogo.
        Te coloca no lugar do Sport, vendo por exemplo Vitória e Inter vencerem hoje e ficarem a respectivamente 1 e 2 pontos, e tendo que jogar a próxima no sintético da Arena da Baixada: perdendo lá, vai pegar o América já morto, precisando vencer de qualquer jeito.
        É incrível, mas ainda pode haver reviravoltas nessas últimas 4 rodadas.

        Otimista sempre!

  2. analista disse:

    Melhores mesmo tem Ceará na esquerda e Seijas no meio de campo (e NÃO tem o Horroth no banco…)… mas VAMOS TORCER!!! Ah, e o Valdívia tem que jogar no A T A Q U E!!!!!

  3. INTERminável COLORADO disse:

    Hoje é o dia “D” para o Inter. Ou vence ou começa a planejar o ano 2017 na série B.

    Alguém acredita que o Inter, caso não vença a Ponte Preta em casa, vencerá o Corinthians (brigando por vaga no G-6) fora de casa? É possível? Sim, mas improvável que isso ocorra…

    Não há outro resultado. É vencer ou vencer. Nem empate serve…

  4. Maurício disse:

    Uma derrota do Vitória hoje seria importantíssima pro Figueira ir vivo à Bahia no domingo.
    Ontem o He-Man evitou nos acréscimos a derrota em casa pro Corinthians.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s