Agora, o Brasil (de Tite) vence a Argentina de goleada

Lucas Figueiredo/Divulgação CBFNão foi apenas uma grande vitória. Além de ter feito sua melhor partida desde a chegada do técnico Tite, a Seleção Brasileira venceu a Argentina por 3 a 0, na noite desta quinta-feira, no Mineirão (53.490 torcedores), poderia ter ampliado de tão fácil que foi no segundo tempo e chegou à liderança isolada das Eliminatórias, com 24 pontos ganhos.

Foi uma ampla superioridade da equipe sobre seus velhos rivais de continente.

Tudo mudou na Seleção desde a contratação de Tite.

A equipe está muito mais competitiva, mostra maior motivação, recuperou a confiança em seu futebol e, para completar, conquistou a torcida. A exemplo do que aconteceu em Natal, os mineiros gritaram em coro o nome do técnico no segundo tempo, quando a Seleção chegava aos 3 a 0 e mostrava condições de ampliar ainda mais. Só não chegou a uma goleada inesquecível porque os jogadores tentar sempre um lance a mais.

O torcedor que assistiu à partida viu algumas diferenças.

Uma delas: a Seleção tem esquema. Até marcar seu primeiro gol, aos 25 minutos, a Argentina de Messi tinha mais de 60% de posse de bola. A partir de Messi, dava poucas chances ao Brasil e buscava o ataque. E o que acontecia em campo?

A Seleção marcava com uma primeira linha de quatro, um volante, uma segunda linha e um atacante, o 4-1-4-1 preferido pelo treinador. Reduzia os espaços dos argentinos, não dava liberdade a Messi e mantinha o jogo sob controle. Só correu riscos aos 23 minutos, quando Biglia chutou forte, em curva, forçando Alisson a grande defesa.

Dois minutos depois, tudo mudou. Em uma retomada de bola, o passe chegou a Neymar, que deu um toque de primeira a Philippe Coutinho. O jogador do Liverpool avançou em diagonal para o meio e, da frente da área, bateu forte, em curva, no ângulo esquerdo. Um a zero, um golaço.

O lance desequilibrou a Argentina, que perdeu o controle da partida. Aos 37, Neymar driblou pela direita e chutou. A bola bateu na trave e saiu. Aos 45, outro grande lance de ataque: Gabriel Jesus ganhou a disputa pelo meio, avançou e percebeu Neymar avançar pela esquerda, livre. O passe foi preciso. Neymar entrou na área e tocou na saída do goleiro, com categoria. Dois a zero.

No segundo tempo, a Argentina voltou com outro atacante (Aguero em lugar de Perez), mas foi amplamente dominada.

Aos 13 minutos, logo depois de perder uma chance clara (ele driblou o goleiro e tocou rasteiro, mas Mascherano salvou), Paulinho bateu firme no meio da área, aproveitando cruzamento de Renato Augusto, e fez o terceiro.

Depois disso, o Brasil passou a ter chances de ampliar, mas sempre perdia no último detalhe. Foi assim com Neymar, Gabriel Jesus, Paulinho e Firmino.

Na equipe, os maiores destaques foram Renato Augusto, Paulinho, Neymar e, principalmente, Philippe Coutinho, que vive uma grande fase. Mas todo o time teve bom desempenho.

Tite aproveitou e mandou Thiago Silva entrar em lugar do cansado Miranda aos 41 minutos. Foi uma espécie de recuperação do zagueiro, que passou a ser esquecido pela Seleção desde o desastre na Copa do Mundo.

O Brasil lidera o grupo com 24 pontos, seguido por Uruguai (23), Colômbia (18), Equador (17), Chile (17), que hoje estaria na repescagem, e Argentina (16), neste momento fora da Copa do Mundo.

A Seleção volta a campo dia 16, quarta-feira, contra o Peru em Lima.

 

Anúncios

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em Seleção Brasileira e marcado , , , . Guardar link permanente.

10 respostas para Agora, o Brasil (de Tite) vence a Argentina de goleada

  1. Marcião disse:

    Esse tite sim era pra ser tecnico do Inter…nao CJR, nem Dorival, nem Aguirres da vida. E ainda tem quem chore por essas nabas.

  2. Fred O Calmo disse:

    Como são as coisas, hem?
    Bastou afastar a nossa saudosa mulher mandioca sapiens e até a seleção começou a ganhar.

  3. Maurício disse:

    O Tite conseguiu até fazer o Alisson deixar de tomar um por jogo!

  4. Papa Charlie disse:

    Agora quero ver os traidores da pátria puxar saco de argentino. Principalmente os do aterro sanitário do Humaitá. Estão calados envergonhados… Foram saircompeão mesmo. hahaha

    • Miguel disse:

      Gremistas, raça que envergonha o RS. Eles tem até um frangote argentino como ídolo maior, um tal de Dalefranga. Kkk… colorados não tem essas besteiras, só ama.brasileiro.

  5. Ricardo - DF disse:

    Tem ouro nas mãos esse Tite. Toque de midas. Coutinho, Neymar e Jesus se entrosaram muito bem, é bonito ver como o G. Jesus cresce quando joga com esses dois. Coutinho jogando demais. O chutaço dele foi a quase 120 km/h. Golaço. Neymar demais tb. Fizessem menos firulas tocavam uns 5 x 0 nos hermanos.

    Mas o que mais me surpreende é ver ele ressuscitar atletas como Paulinho. Foi mal na Europa, jamais seria convocado por qualquer outro treinador, mas tem a confiança do Tite, e começa agora a mostrar um bom futebol. Queee coisa esse Tite !

  6. 66 disse:

    Podia ter ficado no Inter por mais tempo, mas…digmos que não deixaram.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s