Dica de segunda-feira

Muitas vezes, aquele livro que emociona o leitor é o produto final de longos debates entre autor e editor. Um bom editor serve de conselheiro, de revisor, de crítico e quase sempre de limite para a expansão criativa do escritor. Uma boa ideia de como é esta relação entre autor e editor está no excelente O Mestre dos Gênios, de Michael Grandage, que mostra o trabalho de Max Perkins, um dos editores mais famosos da história, responsável direto pelo lançamento de F. Scott Fitzgerald, Ernest Hemingway e Thomas Wolfe. É a relação nem sempre fácil com esse último que mostra o filme, com grandes atuações de Colin Firth e de Jude Law, prováveis candidatos ao Oscar. Vale a pena ver.

Vejam o trailer:

Anúncios

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em Dica de segunda-feira e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s