Três questões para Renato

Lucas Uebel/Divulgação GrêmioNo fim do jogo da Arena, ao falar com os jogadores no vestiário, o técnico Renato contou uma conversa que tivera pouco antes com o técnico adversário, Paulo Autuori, ainda no gramado.

– Sabem o que ele me disse? Como a  tua equipe jogou bola hoje.

Assim, satisfeito pela vitória de 1 a 0 sobre o Atlético-PR e do domínio amplo durante todo o jogo (‘Perdemos muitas chances, é verdade, mas por mim a gente vence todos os jogos por 1 a 0 e fico satisfeito’, brincou), Renato chegou para a entrevista.

Na conversa, destacou alguns pontos:

A recuperação de Ramiro e Marcelo Oliveira

– Não há segredos no futebol. Quando cheguei aqui, via a torcida vaiando muito o Marcelo Oliveira e o Ramiro. O segredo é chamar os jogadores e dar confiança a eles. Em qualquer trabalho é assim. Se você tem apoio, rende. Eu estive durante 20 anos dentro do campo. Sei bem como tudo acontece. O segredo é morder e soprar. Puxar a orelha e dar carinho. Futebol eles têm, precisavam era de apoio.

Miller Bolaños volta?

– O Espinosa (coordenador) teve uma conversa muito boa com ele (Miller Bolaños) durante a semana. Ele vem treinando e se esforçando. Quem vai dar a resposta é o jogador. Não tem sentido a lesão, depende do que mostrar nos treinos. A partir daí, vou pensar se ele viaja com a gente ou não.

A segurança da defesa

– No futebol moderno ou antigo o segredo é não tomar gols. Meu método de trabalho é este: treino e colocação. Gosto de marcação individual. Cada zagueiro sabe a quem marcar. Se um deles falhar, eu sei a quem responsabilizar e com quem conversar. O segredo é não tomar gols. É uma coisa simples, mas a gente aprende aos poucos.

 

 

Anúncios

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em Brasileirão, Grêmio e marcado , , , . Guardar link permanente.

9 respostas para Três questões para Renato

  1. Maurício disse:

    Na boa, esse Bolaños é um baita enrolão. Óbvio que a lesão no grenal atrapalhou, mas já é outubro e o cara simplesmente ainda não decidiu jogo algum… Haja arroz!

  2. Ricardo - DF disse:

    Bolaños tem que entrar, nem que seja só pela capacidade de finalização. Dentre Luan, P. Rocha e Éverton, Bolaños é disparado o que tem melhor pontaria.

    A marcação nas bolas altas evoluiu uma barbaridade. Kannemann é daqueles zagueiros murrinhas, gruda no cangote do atacante e não deixa ele fazer nada. Tecnicamente é ruim, mas defende bem. Para mim, a maior evolução do time com relação ao Roger.

    Oliveira e Ramiro, jogando o máximo que podem, são isso aí. Ajuda, mas é pouco para um time como o Grêmio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s