Dia para Renato começar a definir o novo time do Grêmio

Rodrigo Rodrigues/Divulgação GrêmioO novo Grêmio de Renato, aquele em que os dirigentes apostam para a recuperação no Brasileirão, começa a ser mostrado no treino desta terça-feira – que será fechado.

O técnico chegou no fim da manhã de segunda, em meio ao tumulto provocado pelo assassinato de um jovem de 18 anos no aeroporto, foi para a Arena, concedeu sua primeira entrevista coletiva e, em seguida, aproveitou a hora do almoço no Centro de Treinamento Luiz Carvalho para discutir seus planos. Participaram o presidente do clube, o novo vice de futebol, o coordenador Valdir Espinosa e o auxiliar James Freitas.

À tarde, Renato conversou com o grupo formado por reservas e jogadores do time de transição e assistiu a todo o trabalho sentado na casamata, sempre ao lado de Espinosa.

No treino, Renato viu a movimentação de jogadores que fazem parte do grupo principal: os volantes Kaio e Jaílson, o meia Lincoln e o atacante Henrique Almeida.

Nesta terça, os torcedores do Grêmio terão uma ideia inicial do que o técnico pretende. Pelo passado recente, é bem provável que ele reforce ainda mais o meio-campo e escale um atacante mais avançado, como fez nas outras passagens pelo clube.

Anúncios

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em Brasileirão, Grêmio e marcado , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Dia para Renato começar a definir o novo time do Grêmio

  1. Ricardo - DF disse:

    Renato é fã do Douglas. Da última vez foi assim, Douglas foi o jogador central do Grêmio. Como dois malandros se entendem, eles estavam muito afinados. E Renato armou o time para Douglas jogar. Ele jogou muito, naquela época.

    Mas espero que Renato reveja algumas coisas, como a lateral esquerda, meio campo e o ataque. Dá uma agonia ver o Pedro Rocha perdendo bolas. Outra agonia é ver o Oliveira perdido entre o ataque e a defesa. Como sai gol pela avenida Oliveira!

    Outra agonia é a falta de um cérebro no meio campo. Tadeu Ricci, Wilson Tadei, Tcheco, eram jogadores que organizavam o time. Não tem nada parecido com eles hoje. Douglas não tem fôlego para fazer isso. Outra é a falta de um matador. Como se perde gols ! Tem que ter um finalizador por aí, estilo Marco Ruben, um cara que tenha sangue frio e precisão na hora H.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s