Grêmio domina, pressiona, mas fica no empate com Palmeiras

Rodrigo Rodrigues/Divulgação GrêmioO Grêmio teve a intensidade pedida pelo técnico Roger, concluiu dez vezes contra quatro do Palmeiras, teve quatro chances reais de gol contra duas do adversário, 60% de posse de bola, mas ficou no empate em 0 a 0, na noite deste domingo, na Arena.

A diferença para os jogos anteriores, especialmente as duas derrotas diante de Botafogo e Coritiba, esteve não apenas no futebol do Grêmio, mas no adversário. Líder do campeonato, o Palmeiras jogou com disposição desde o início, lutando para manter ao menos o empate contra um concorrente do grupo de cima.

Com o resultado, o Grêmio segue no sexto lugar, com 37 pontos, a três do G-4 e a dez da liderança do campeonato.

Roger mudou escalação e esquema para buscar a recuperação e interromper a sequência ruim do time. Kannemann assumiu a zaga, ao lado de Pedro Geromel, o time passou a ter dois volantes como em seus melhores momentos, uma linha de meio formada por Pedro Rocha, Douglas e Luan, e Miller Bolaños adiantado.

Com isso, o time voltou a ter a força de antes, mas esbarrou sempre na boa marcação do Palmeiras, bem organizado por Cuca e com opções de qualidade no banco de reservas. Quando os dois técnicos precisaram mudar, Roger teve de apostar em Ramiro e nos jovens atacantes Batista e Guilherme, enquanto Cuca lançou mão de Cleiton Xavier, Lucas Barrios e Rafael Marques.

O jogo foi duro, de muitas faltas (39 no total), desarmes e passes errados (66, 48 deles do palmeiras) desde o início.

Logo a 12 minutos, Jaílson, goleiro do Palmeiras, foi exigido em chute de longe de Bolaños. Aos 24, Pedro Rocha driblou e bateu forte, mas desviado. Aos 27, o Grêmio teve a primeira grande chance da partida: o Grêmio contra-atacou, ficou com três jogadores contra um do Palmeiras, mas na hora da conclusão de Pedro Rocha, o goleiro Jaílson fez uma grande defesa e impediu o gol.

Em todo o primeiro tempo, o Palmeiras concluiu apenas uma vez, um chute de Zé Roberto que passou muito longe de Marcelo Grohe.

Na volta do intervalo, o Grêmio seguiu dominando e Luan perdeu chance logo a 12 minutos. Estava livre, mas chutou para fora. Aos 15, Edílson bateu falta, Jaílson defendeu, e, aos 17, a mesma dupla participou de um dos grandes lances do jogo: o lateral bateu falta, com força. A bola entraria no ângulo direito, mas Jaílson, com a mão direita desviou a escanteio.

Aos 38, Douglas cruzou direto na cabeça de Guilherme, mas o jovem atacante cabeceou para fora (foto), mesmo estando sozinho na pequena área. Aos 39, um susto na torcida: Dudu, livre, atrás da linha de defesa, girou e acertou o travessão. Não seria o único susto. Aos 44, quando o Grêmio mais pressionava, Dudu lançou Rafael Marques, livre, na área. O atacante girou e tentou por cobertura. Grohe foi preciso e desviou a escanteio.

Agora, o Grêmio viaja para mais um desafio e tanto. Na quarta-feira, enfrenta a Ponte Preta, que faz grande campanha, em Campinas.

 

Anúncios

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em Brasileirão, Grêmio e marcado , , , , . Guardar link permanente.

11 respostas para Grêmio domina, pressiona, mas fica no empate com Palmeiras

  1. 66 disse:

    Cinco jogos sem vitoria.
    Nos encontraremos logo logo naquela parte da tabela, entre o 5° e o 16° lugares.

  2. Ricardo - DF disse:

    Pois é, a realidade é dura. Pedro Rocha: erra gol. Luan: erra também. Até Bolaños erra. Acho que o melhorzinho que temos é o Batista, mas o Roger bota ele em campo faltando 10 min.

    Constrangedor o pobre Guilherme. O Douglas colocou a bola na cabeça dele, que não soube se posicionar para o cabeceio, saiu todo torto. Na cara do gol. E outra bola que ele recebe na velocidade, domina com a direita e atropela a bola com o pé esquerdo. Colocar a gurizada no desespero, faltando 10 min, só serve para queimá-los.

    O Grêmio tá com desempenho de Z4: empata em casa e perde fora. Agora, que diferença de elenco: o Palmeiras tem Dudu, Roger Guedes, G. Jesus, este craque, e ainda quando substitui coloca Barrios, Cleiton Xavier, Rafael.. Bá, tá feia a coisa pros gaúchos. Estado e times falidos.

  3. Ricardo - DF disse:

    Aliás, ví só uns pedaços do jogo, mas que baita atuação do Kanemann. Finalmente vi ele, na área gremista, grudado no zagueiro deles, que já tinha feito gol de cabeça no Grêmio no 4×3 lá. Marcando o jogador e não a bola. O cara sabe usar o corpo, e se impõe na zaga. Bom zagueiro.

  4. Kiko Marques disse:

    Kanneman chegou tarde demais. E um goleador ainda nem chegou. Título já era. E como título já era, G4 eu nem quero. Ficando na primeira página já está bom.

  5. INTERminável COLORADO disse:

    Grêmio domina, pressiona, mas é roubado…

  6. Kikomarques disse:

    Agora, coitado do Douglas. Só hoje ele deu três assistências claras de gol que não irão ser consideradas na sua estatística por que Pedro Rocha, Luan e Guilherme desperdiçaram as chances. Aliás, o Pedro Rocha vem “sacaneando” o Douglas desde o ano passado. Pobre Douglas.

  7. Miguel disse:

    Que acontece com Lincoln e Tontini pra não ganharem chances? Se até Guilherme ganha!

  8. Maurício disse:

    O mais engraçado é a estranha mania de alegarem não ter visto o jogo inteiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s