A palavra é deles (Dorival Júnior) – 94

Do técnico Dorival Júnior, campeão da Taça Farroupilha e finalista do Gauchão, ao aproveitar a vitória do Inter no Gre-Nal de domingo ao falar sobre a difícil situação dos treinadores brasileiros, que vivem em permanente instabilidade:

– Técnico de futebol no Brasil depende do resultado da semana para sobreviver na semana seguinte. Deste jeito, vamos chegar ao momento de fazer contratos por semana. Tivemos cinco desfalques no Inter, enfrentamos dificuldades há bastante tempo, mas a análise do trabalho continua sendo feita como se o time estivesse completo.

 

Anúncios

Sobre mariomarcos

Jornalista, natural de criciúma, fã incondicional de filmes, bons livros e esportes
Esse post foi publicado em Inter e marcado , , , . Guardar link permanente.

69 respostas para A palavra é deles (Dorival Júnior) – 94

  1. Rafael Fraga disse:

    Mário, eu espero que você faça um “A palavra é deles” com algo da entrevista do safado do Odone após o jogo de ontem. Assim como eu, tenho certeza que 99,9% da torcida Gremista quer ter o prazer de falar algumas palavras de “solidariedade” para esse vagabundo.

    • Junior Vidarte disse:

      De acordo. Faça mesmo MM, com o ” ilustrissimo sr. Deputado Paulo Odone”.
      Essa entrevista dele pós grenal é um tema muito interessante.

      A palavra é deles (Paulo Odone) – 95

      • Helinho disse:

        A palavra é deles – Paulo Odone 95.
        “Precisamos ganhar a Copa do Brasil, o Brasileirão ou a Copa Sulamericana para evitar que o Inter seja o 1º e o último campeão da história do Monumental.”

      • Rafael Fraga disse:

        E o diabo é ter que concordar com o insano do Helinho.

      • coloradocanoas disse:

        Queremos uma placa nos portoes que ficarão erguidos na azenha. Ultimo campeão do monumental foi…….

        desculpa ai Junior , mas nao podia deixar passar….kkk

      • coloradocanoas disse:

        Guilherme ,

        Vc citou os anos de 2006 e 2007 (este unico de boa campanha) , mas se desde esta epoca ja viram que o “homi” nao prestava , porque votaram nele? Acho que a geral tem sim , grande participação na gestao odone. Como a popular tinha , agora enfraquecida depois da divisao.

    • edi tavares disse:

      Caro Rafael, o que não entendo é que, há uns dois anos atrás num tempo não muito distante, numa época pré-blog do MM, lá no bola dividida da rbs, comandado pelo MM, o avo era o presidente Duda Kroef, que acusado de pamonha, lerdo… até de ser rico. Então o atual presidente/deputado PATROLOU na eleição, tanto no CD do grêmio, como entre os sócios, pelo que lembro não teve nem candidato contrário…

      será que o problema é o presidente mesmo??? ou a instituição??

      • Rafael Fraga disse:

        Edi, o Grêmio à muito tempo não tem safra de dirigentes que prestem. O Duda ainda que deu início ao pagamento do tal condomínio de credores, mas foi só. Foi criticado principalmente pelos torcedores da Geral, que com ele na presidência perderam várias regalias. O safado, junto com seu assecla do departamento de futebol, que comandam o Grêmio hoje, eu nem preciso tecer comentários, os colorados, os peixes do Guaíba e os quero-quero do Olímpico sabem do mau caratismo desses dois.
        Ninguém, absolutamente ninguém, do quadro diretivo do Grêmio pensa realmente na instituição Grêmio, estão lá para defender seus interesses pessoais, para usar o Grêmio como trampolim para carreiras políticas (caso do FDP que hoje é presidente). Estamos entupido no Conselho de Administração e no Conselho Deliberativo de velhos gagás que há muito Deus já devia ter tirado da Terra, mas infelizmente ainda fazem hora extra por aqui, e na diretoria do Grêmio.
        Enquanto não houver uma limpa geral em tudo, absolutamente tudo no Grêmio, estamos fadados a sermos o Botafogo, o Coritiba, o Avai do Rio Grande do Sul.

      • coloradocanoas disse:

        Odone é um Asmuz com grife de deputado…

      • coloradocanoas disse:

        Fala Rafa blz (nao sendo ironico) ?

        Cara , na boa , isso que vc esta “berrando” ao quatro cantos , vejo em 99% da torcida tricolor , salvo muitos , que no começo do “trabalho” do Pelaipe o exltavam , com suas contrataçoes “sirurgicas”. A unica maneira de mudar isso tudo , é a torcida , manifesto , faixas , aderir ao “portao” 8 , redes sociais , faixa na goethe , fazer barulho. O problema é que vao comprar briga com a geral , visto que estes sao protegidos pela direção.

      • edi tavares disse:

        e ao comprar briga com a geral, estarão sujeitos a todo tipo de violência, ainda patrocinada por que deveria proteger e zelar pela torcida do grêmio.

      • Rafael Fraga disse:

        Coloradocanoas, apesar dos pesares, estou bem. Como diz meu sogro (colorado): ” Tu ganhou alguma coisa? Tu perdeste alguma coisa? Amanhã os quinhentos mil dos caras vão estar na conta deles!”.
        Pois bem, realmente é isso sim, a torcida que se manifesta contra esse desgraçado que hoje comanda o Grêmio, certamente vai ser repreendida por um braço político do pilantra, assim como já fui algumas vezes aqui mesmo no blog, por tecer criticas contra estes dois vermes que adoentam ainda mais a instituição Grêmio.
        Eu gostaria agora de saber do Luiz Tricolor o que ele está achando, pois algumas semanas atrás fui acusado por ele de ser torcedor de resultado, de criticar somente quando o time perde e blablabla. Como todos sabem, critiquei o Grêmio mesmo nas vitórias, pois não há padrão de jogo nesse amontoado de pernas de pau. Estamos no mês cinco, e o que temos definido até agora é o goleiro, o lateral-direito (que sai em agosto), o lateral-esquerdo (que está machucado) e o atacante (que também está machucado) e um volante (Fernando). De resto, dá pra passar em qualquer campo de várzea de Porto Alegre ver os destaques e levar para o Grêmio, certamente podem dar mais resultados do que esse bando de cabeças de bagre que hoje fardam no time Gremista.

      • Guilherme Lajeado disse:

        Creio que não existe mais esta ‘proteção’ da Geral ao Odone. Já existiu no passado (2006, 2007), mas há alguns ano já não existe.

        Tanto que no último Grenal do ano passado o mesmo foi vaiado por todos ao cruzar o gramado do Beira Rio no fim da partida.

      • Rafael Fraga disse:

        E o pior é que a campanha “Enrola Torcedores” já começou: “Odone promete reforços até o início do Brasileiro”. Ai começa: “Estamos em contato com Riquelme para a meia-armação, o Daniel Alves para ser substituto do Mário, Fábio Canavaro irá jogar sua última temporada na zaga do Grêmio”.

      • Guilherme Lajeado disse:

        coloradocanoas,
        A Geral teve participação decisiva em em algumas eleições do Odone, mas na última não fizeram “campanha” aberta como antigamente. O Odone se elegeu mais pela inconformidade da maioria dos sócios com a gestão Duda. Ao menos é a minha opinião.

        De qualquer forma existe sim a ligação de alguns integrantes com o grupo político do Odone, até porque alguns dos integrantes se elegeram como conselheiros na chapa apoiada pelo Odone.

        Mas acho que a Geral não apoirará o Odone nesta próxima eleição. Provavelmente ficará neutra (que no fundo é como deveria ser sempre).

  2. edi tavares disse:

    técnico no brasil está sempre ameaçado, menos mal que recebe MUITO BEM para tal, o contrato geralmente beneficia o treinador em caso rescisão… então chega de choro e vai trabalhar!

    • coloradocanoas disse:

      então chega de choro e vai trabalhar! (2)

      • Alexandre Carvalho disse:

        Papinho de quem está com a corda no pescoço.
        O Carpegiani recuou em fechar com o Vitória. Será?
        Eu ainda prefiro o Dunga!

      • Rafael Fraga disse:

        Olha, eu não sei pois não acompanho o dia-a-dia do co-irmão, mas não me surpreenderia que em caso de mal sucesso diante do Fluminense o Dorival não dance.

      • edi tavares disse:

        gostaria de ver o carpegiani no comando do inter, mas creo que ele tem resistências na atual direção do inter, assim como o falcão tinha e foi bancado pelo siegmam

  3. Lourenço disse:

    Quero me desculpar com alguns amigos gremistas que debateram comigo aqui no blog.
    Realmente Souza é melhor que Guiñazu, Tinga e Sandro Silva (talvez até que os três juntos);
    O grupo do Gremio é melhor que o do Inter, pois conta com as reposições: André Lima, Gabriel, Leandro, Marquinhos, Pará,…. Enquanto que no Inter temos Jô, Jajá, Dátolo, Fabrício, Tinga,…
    Bertoglio é mesmo melhor que D’Alessandro, Oscar e Dátolo (talvez até que os três juntos);
    Os meias titulares do Gremio: Marco Antonio e Bertoglio são muito melhores que nossos meias reservas: Jajá Coelho e Dátolo.
    Me desculpem.

    • Paulo Anton disse:

      Hehehe… calma, Lourenço!

      Pedir “desculpa” pra gremista, é pedir pra levar chumbo; isso só aumenta a arrogância, a soberba e a prepotência dos tricolinos tão conhecida antes do final do século passado…
      Deixe eles viverem em seu mundo paralelo!

      Sds, Coloradas!!!

    • Helinho disse:

      É incrível como todo o ano a história se repete. Mudam os nomes, mas enquanto dá pra enganar no rural eles vão forjando craques, sempre com essa mesma ladainha. Até os jornalistas entram na onda. Esse Bertoglio o que foi incensado não é brincadeira. É pior que o Leandro Gauchão.

    • PAPAI disse:

      Lourenço, isso que eles não contam mais com o Bruno Collaço, aquele que indicaram como substituto do Roberto Carlos.

      Cada uma que temos que ouvir e ler.

  4. Helinho disse:

    Tá errado o Dorival.
    A análise do trabalho deve ser feita com ou sem desfalques.
    Ele tem um grupo qualificado na mão. Hoje para entrarem os titulares Dalessandro e Oscar, sairiam Datolo e Tinga.
    E mais. Ontem mesmo se perdesse ou empatasse por um lance de sorte do Grêmio o trabalho dele seria reconhecido pela atuação infinitamente superior. Foi um chocolate.

    • Lourenço disse:

      Se O Dorival estiver insatisfeito e quiser “largar”, eu assumo pela metade do salário!

      • coloradocanoas disse:

        Lourenço ,

        Vc teria suas “ovelhinhas” , nao duraria um mes . kkkkkkkkkkk

      • Lourenço disse:

        Meu time seria: Muriel, Nei, Índio, Moledo e Kléber, Sandro Silva, Guina, Oscar e D’Ale, Dagolberto e Damião.
        Banco: Renan, Jackson, Dalton, Fabrício, Tinga, Dátolo, Jajá, Gilberto e Jô.
        Ganhando “apenas” R$200.000,00 faço esse time voar! Hehehehe

      • ELTON disse:

        Veja como as coisas se ajeitam.
        Se D’Ale for mal, coloca o Dátolo.
        Se Oscar for mal, coloca Tinga.
        Se Dagoberto for mal, coloca Jajá.
        Agora a coisa começa a tomar corpo.

      • coloradocanoas disse:

        Qual esquema Treineiro? Nao vai ser mais um de fala bonita né? Ou aqueles que dizem que o esquema ideal é o de padaria “ataque em bloco e defesa em massa”?

      • Lourenço disse:

        Huahuauha
        4-4-2 clássico.
        Na frente, aberto pela direita o Dagoberto. O Oscar tendo a liberdade de total aproximação ao ataque, infiltrando-se pelo meio. Combinações: pela esquerda Guina e Kléber; pela direita Sandro Silva e Nei. D’Ale fazendo o “toca e me voy” em tabelamentos. Time ofensivo. Claro, um lateral sobe de cada vez e o Sandro Silva ficando mais, dando segurança à zaga.
        Esse esquema é quase um 4-3-3, porque o Oscar, quando o time está com a bola, joga atrás da linha de volantes, puxando a marcação e dando espaço para a infiltração do D’Ale e dos laterias. Até o SS, na boa, tá liberado para avançar. Quando o adversário está com a bola, o time recompõe rápido: volta Oscar, D’Ale fica cercando e Sandro Silva e Guina quebrando!
        No mais, para o 2º tempo, temos o Jajá, o Dátolo, o Tinga e Jô Night! Desses, três quase sempre entrarão.
        E o resto é festa!

      • coloradocanoas disse:

        Manda fazer as faixas de Tri da liberta e bi mundial , pois achamos um treineiro. Alo Luigui , vc que é “taxado” de lerdo , nao pode perder esta oportunidade , abre o olho que o Barça ta sem tecnico tambem.
        Começo a campanha ” LOURENÇO PARA TREINEIRO DO COLORADO” , O HOMEM DO OBVIO.

        kakakakak

        Se ele fizer metade da tua “tatica” Lourenço , chegamos no minimo na final da LA

    • Carlos Portella disse:

      Concordo, se o trabalho for bem feito a galera entende e apoia. Mas quando a coisa não anda NUNCA vem a cobrança.

      • Helinho disse:

        Claro Carlos. O maior exemplo é o jogo contra o Fluminense. O resultado foi teoricamente ruim e ninguém vaiou porque o time deu um chocolate.

  5. paulo12colorado disse:

    Como o Dorival falou, tudo passa em algum momento pela cultura…

    E na cultura sensacionalista que temos atualmente, onde tudo parece que só FUNCIONA se tem algo que possa chamar a atenção. O resultado – se é bom ou ruim, pouco importa.
    O que importa são os “interesses” do “mundo sensacionalista” da mídia. Não é a toa, que esse é o 4º poder do mundo; ou seja, o que manda diretamente ou subliminarmente.

  6. ELTON disse:

    O Dorival havia perdido o Gre-Nal com os titulares, e perdeu ainda mais a
    credibilidade naquele jogo contra o Santos, quando demonstrou medo.
    Por isso a torcida exigia mais. Nem mesmo a melhor campanha no Ruralito
    foi suficiente. O Gre-Nal de ontem redimiu-o, em parte, Mas se perder para
    o Caxias e para o Fluminense, a cabeça pode rolar.

    • João Carlos disse:

      Não podemos nos perder na flauta. O Grezembe não é parâmetro e muito menos o gauchão. É uma delicia ganhar deles sempre e vamos curtir isso muito, mas o objetivo é a Libertadores e o Mundial. É preciso um nível de desempenho superior para ultrapassar Deco e cia. do Flu semana que vem. Esta vitória reforça a confiança e auto-estima do grupo e com o retorno dos ausentes vamos perseguir um nível de futebol mais competitivo em condições de passar de fase pra pegar o Boca depois.

  7. Lourenço disse:

    Luxemburgo explica porque entrou em campo com 20 jogadores no GreNal:

    “Fui expulso de um jogo decisivo, pois na minha visão faltaram ação e pulso da arbitragem. Senti-me violentado nos meus direitos e daí toda a minha reação”, denunciou Vanderlei Luxemburgo, antes de alfinetar o arquirrival gremista: “é bom lembrar que o Internacional tem entrado em campo sempre com 17 jogadores, sendo: 11 atletas e 6 gandulas. Isso já o ajudou em várias ocasiões e talvez fossem até merecedores da premiação”.

    A tática pensada: “se eles terão 17, vou entrar com mais, vou com 20!”
    Que várzea!

  8. Rodrigo Fifa disse:

    O Dorival tem meia razão. Treinador é cobrado por vitórias, mas a torcida entende quando o time está desfalcado. Foi assim contra o Flu, por exemplo, em que se criou pouco pela falta dos armadores titulares. O que não pode é tomar sacode do Santos ou perder pro Juan Aurich. Aí vai ser xingado de qualquer jeito.

    A desvantagem pro Dorival é que ele não tem a “conversa mole” do nosso supervisor de gandulas. O sujeito ganha salário de Kleber Gruta e fracassou nos dois únicos jogos profissionais do ano: Caxias e mistão do Inter.

    Só que ele chega nas coletivas falando em “Meu amigo”, “Meu chapa”, e dá explicações longas e filosóficas pra escalar o Miragens e agredir funcionários inocentes. Aí vai enrolando por mais tempo.

    * Facundo Bertoglio? Souza? Miragens (aquele “com bola pra ser titular”), Werley?, Marcelo Pipoca? Então tá.

  9. Colorado57 disse:

    Sr. Dorival.
    Ainda estou com aquela história do Santos não digerida.
    Acho que o Sr. deveria trabalhar mais e chorar menos.
    O Sr. tem toda a estrutura para preparar um excelente equipe. Estrutura física, fisioterapeutas, nutricionistas, médicos, viagens longas em voos fretados, ótimos hotéis e UM BELO SALÁRIO. Esqueci alguma coisa mais?
    Então pare de chorar e ponha este grupo para trabalhar. Atropele o Fluminense na semana que vem e voltamos a conversar.
    Se a pressão estiver acentuada, pense no Guardiola ou procure outro lugar para ser feliz e aproveite para levar o Jô.
    Lembre sempre que o Sr. está treinando o INTERNACIONAL, campeão de todos os títulos.

    Sobre os desfalques, faça uma reavaliação com a equipe de preparação física a respeito do excesso de lesões, talvez consiga melhorar.
    Aproveite e diga ao Damião para cair menos e igualmente reclamar manos e ao Dagoberto que já estamos em maio de 2012. Já é hora de dizer ao que veio.
    Um abraço e sucesso.

    • Carlos Portella disse:

      kkk boa.
      Quanto ao Damião acho que podia pegar um banquinho pra se dar conta. Inclusive , me pareceu que sem o Kleber ficamos mais rápidos. Coisas que o treinador tem que estar atento, se tiver o comando claro.

    • Real Fábio - Colorado disse:

      Na mosca Colorado57, só acrescentaria no caso do Damião p/ ele tomar umas aulinhas de tabelamento rápido, não precisa querer passar no “meio” dos zagueiros todas as jogadas, nem tentar finalizar de qualquer jeito, existem companheiros ao lado, só levantar a cabeça. Abraço.

  10. ZAMORA disse:

    O Dorival esta certo . Não existe tempo para treinadores. É já e Já .

  11. Real Fábio - Colorado disse:

    Bom dia a todos, concordo em partes com o Dorival, as vezes fazemos terra arrasada numa derrota, mesmo com a equipe jogando bem, mas há o contraponto, com elenco completo ou desfalcado o time precisa ter padrão de jogo, jogadas ensaiadas, marcação e principalmente espírito de vencedor (gana, vontade como queiram definir), não pode entrar apático em campo, com medo da responsabilidade.
    Pelos altos salários que recebem, pelo emblema de treinar um time multi campeão, com elencos caros, às vezes até com salários nababescos de algumas estrelas, as cobranças e a pressão consequentemente são “ossos do ofício”. Até porque treinador que não aguenta pressão e cobranças, num mundo onde até as corporações menores convivem com ela no dia à dia, deveria trocar de profissão, quem sabe virar gandula.

    • mariomarcos disse:

      Concordo contigo. No alto salário que os melhores técnicos recebem, está embutido a parcela da pressão e do estresse. Sou contra a demissão por qualquer motivo, mas é preciso lembrar isso.

      • Real Fábio - Colorado disse:

        Perfeito MM, temos vários casos aqui mesmo no Inter, o último foi a demissão do Falcão sem ele ter tempo de apresentar a sua “metodologia” de trabalho, sei que vou ser bombardeado, más sempre defendi (inclusive no blog) a permanência dele, até porque o que ele queria era implantar uma metodologia de trabalho que leva tempo para ser assimilada.

  12. 66colorado66 disse:

    Eu acho que a preocupação do Dorival é procedente porém, ganhando R$500 mil p/mês, esse “stress” é facilmente administrável.
    A mesma facilidade com que se demite treinador, também se contrata esse treinador. Quando eles atingem um certo prestígio e passam a fazer parte da elite dos treinadores no Brasil, eles sabem que não passam mais um dia sequer sem um time prá treinar.
    Eu aposto que o Burroth, que não tá treinando nenhum clube, já teve vários convites mas preferiu esperar o início do brasileirão. Ele sabe que até lá, certamente algum treinador de um time de ponta será demitido já que apenas um será campeão estadual. Os demais terão seu trabalho questionado e alguma boquinha boa vai pintar na vida dele.
    Futebol é assim mesmo. Perdeu, cai fora.
    Uma coisa é não ter material humano prá fazer um time que preste. Outra é ter jogadores e o teu time não andar.
    É compreensível a dificuldade de treinar com tantos desfalques. Mas no final do ano passado, com todo o grupo na mão, o Inter ficou devendo na hora H e teve que se contentar com a classificação para a pré-Libertadores. Fato que foi comemorado principalmente pq a classificação veio com maaaaaais uma vitória sobre o gremio.
    Dorival…vai treinar e não enche o saco. No fim do mês teu rico dinheirinho tá na conta.
    Imagina o pavão Luxemburgo, sem saber se escala Miralles, Bertoglio, André Lima ou Leandro Presidiário?? é muito mais complicado.

  13. Compadre F. disse:

    Cadeeeeeeeeee Capachitoooo?

  14. Geraldo disse:

    Dorival chora de barriga cheia.
    Ele que aprenda a ser motivador e meonos depressivo no que se revere ao trato com os seus atletas e com os times adversários.
    O Inter é o Inter e tem que se comportar como Multicampeão que é. Tem que (pelo menos tentar/ se esforçar para) patrolar os adversários.
    É bom ele lembrar que não ganhamos de time grande ainda este ano.

  15. Gilson disse:

    Ganharam, mas se cagaram nos 30 minutos do segundo tempo, onde levaram um arrodião e acharam um gol de escanteio. Bastou colocar um jogador a mais no meio de campo que equilibrou o clássico. Mas que a campanha do Inter fora de casa é deprimente , isso é verdade. Não ganhou de ninguém e quando o Gremio escalou um cabra macho, o Gladiador, levaram chumbo no Grenal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s