Grêmio perde em Salvador e fica ainda mais longe do líder

Virou rotina neste segundo turno do Brasileirão: o Corinthians tropeça, o Grêmio não aproveita. Foi assim mais uma vez neste domingo. Pela manhã, o líder do campeonato ficou apenas no empate em 1 a 1 com o São Paulo. Chance para a equipe gaúcha reduzir a diferença em relação ao líder ao menos em dois pontos. Não deu certo. A derrota de 1 a 0 para o Bahia ampliou a distância para 11 pontos, a 13 rodadas do fim do campeonato.

Para completar, a derrota surgiu de um lance no último momento da partida.

Aos 48 minutos (o árbitro Luís Flávio de Oliveira deu três de acréscimo), Alleone recebeu pela esquerda, Edílson correu para a cobertura, escorregou e deu a impressão de que tocou o atacante com a mão esquerda. Foi isso que o árbitro viu – e marcou pênalti. Na repetição, com a imagem da câmera de trás, fica a sensação de que Edílson, apesar da queda, não tocou em Alleone – mas o árbitro e seu auxiliar que fica atrás confirmaram.

Rodrigão bateu aos 52 minutos, com um chute rasteiro no canto esquerdo, e fez  1 a 0, deixando a zona do rebaixamento e praticamente acabando com as esperanças do Grêmio de sonhar com a disputa do título. Pior: o Santos permaneceu no segundo lugar, e o Palmeiras empatou com o Grêmio em pontos (43), perdendo a posição no saldo de gols.

O lance polêmico do pênalti foi decisivo, mas o Grêmio fez bem pouco para vencer. Só melhorou mesmo e passou por seu melhor momento na partida quando Renato trocou Arroyo, que nada fez, por Éverton, aos 24 minutos da fase final.

No tempo que restou, o Grêmio ao menos teve velocidade, pressionou a defesa do Bahia, teve uma bola no travessão (chute de Patrick, aos 31 minutos, em jogada iniciada por Éverton), teve vitória pessoal contra os marcadores e preocupou a defesa.

Até a entrada de Éverton, o Grêmio pouco fez, além de tentativas. É verdade que o Bahia também nada fez no ataque, mas o esperado era que o time gaúcho pressionasse para aproveitar a nova chance dada pelo Corinthians. Não aconteceu.

Jael ficou perdido entre os zagueiros, sem iniciativa, Fernandinho buscou as jogadas em velocidade, mas pouco fez. Seguiu assim até os 19 minutos, quando Renato fez a primeira troca, a de Ramiro por Patrick. Em seguida, substituiu Arroyo por Éverton, que inexplicavelmente é reserva no time, mesmo quando Renato poupa titulares.

Éverton agitou o time. No primeiro lance, venceu o marcador e cruzou com perigo. Aos 30, Patrick chutou cruzado. Aos 33, o melhor lance do time em todo o jogo: Éverton avançou pela esquerda e cruzou. Patrick bateu forte e acertou o travessão. Na volta, Fernandinho chutou rasteiro, mas o goleiro Jean foi preciso ao defender no canto.

Éverton foi autor de outro bom lance aos 46, enquanto o Bahia apenas trocava passes, sem conseguir superar a marcação. Quando o empate parecia definido e todos esperavam apenas o fim do jogo, houve o lance do pênalti contestado.

Agora, o Grêmio volta para enfrentar o Fluminense, na Arena, e com novos desfalques: Kannemann e Michel receberam cartão e terão de cumprir suspensão.

 

Anúncios
Publicado em Brasileirão, Grêmio | Marcado com , , , , | 11 Comentários

Grêmio volta ao Brasileirão em busca de vitória na Bahia

Como ainda há um mês até a volta à Libertadores para a disputa das semifinais da Libertadores, o Grêmio vai aproveitar o período para buscar o objetivo de reduzir a diferença em relação ao Inter Corinthians.

Por isso, Renato não deve utilizar equipes apenas reservas nos próximos confrontos – no máximo, vai poupar alguns titulares.

É o caso do confronto do início da noite deste domingo, contra o Bahia, na Fonte Nova. Dos titulares, o técnico decidiu poupar Marcelo Grohe, Geromel e Lucas Barrios, além de Luan, que segue o tratamento para se recuperar inteiramente da lesão muscular.

Paulo Víctor, Bressan e Éverton devem ser titulares em Salvador.

O jogo começa às 19h.

Publicado em Brasileirão, Grêmio | Marcado com , , , , | 1 Comentário

Inter vence o Náutico em Caruaru e recupera a liderança

A diferença entre os times é tão grande que o Inter nem precisou jogar um grande futebol para dominar o Náutico, superar as dificuldades do gramado ruim e chegar à vitória de 1 a 0, na tarde deste sábado, no Estádio Lacerdão (13.407 torcedores), voltando assim à liderança da Série B com 48 pontos ganhos.

Na próxima rodada, o Inter enfrenta o América-MG (48 pontos e uma vitória a menos) no Beira-Rio, com chances portanto de abrir nova vantagem na ponta da tabela. Mais importante: pelas projeções do momento, o Inter – oito vitórias nas últimas nove rodadas – precisa de mais cinco vitórias em 13 rodadas (ou 15 pontos) para garantir, matematicamente, a volta à Série A.

Mesmo com dificuldades para se impor e com problemas de organização no meio-campo (Felipe Gutiérrez está longe de ser um bom substituto para D’Alessandro), o Inter dominou do início do fim do jogo. Poderia ter vencido com muito mais facilidade, mas desperdiçou inúmeras chances ou esbarrou no bom goleiro Jéfferson.

O Inter teve maior posse de bola (52%), 26 finalizações contra nove do Náutico, oito chances de gol contra apenas uma do adversário. Não fez os gols, mas levou poucos sustos do fraco time do Náutico, penúltimo colocado na tabela.

Tranquilo diante de um adversário frágil, o Inter tentou aos sete minutos (Edenílson, por cima), Damião aos nove (defesa do goleiro) e quase marcou aos nove, quando Victor Cuesta bateu de perna direita, a bola bateu no chão, na trave e saiu. Damião voltou a estar perto de marcar aos 27. Antes, o Náutico teve sua única chance no primeiro tempo, aos 24, quando Danilo defendeu bola desviada por Diego.

O domínio seguiu no segundo tempo e a tranquilidade chegou logo aos seis minutos: Edenílson cruzou da direita, Leandro Damião subiu mais que os zagueiros (foto) e cabeceou firme. Um a zero, os três pontos da liderança.

A partir daí, o Inter passou a acumular chances de gol. Foi assim aos 14, com Sasha, aos 18 com Damião (o zagueiro travou no momento do chute), com Pottker logo em seguida, Damião de novo aos 33, Sasha aos 34, Nico López aos 37 e, na maior delas, aos 43, quando Damião desviou a bola chutada por Uendel, Jéfferson defendeu e largou, Damião rápido puxou de bicicleta e novamente Jéfferson evitou o gol. Camilo ainda chutou para outra defesa do goleiro, aos 48.

A única boa chance do Náutico foi resultado de um descuido da defesa do Inter. Rafael ficou livre, mas diante de Danilo errou a conclusão.

O Inter viaja esta noite de Caruaru a Recife e de lá a Porto Alegre.

MOMENTO DE AFETO

No fim do jogo, uma cena ganhou destaque: um pequeno torcedor saiu da arquibancada, foi até Leandro Damião e pediu uma de suas meias. O centroavante tirou a camiseta e deu de presente ao pequeno torcedor, que passou a agradecer e chorar.

Damião deu um grande abraço, beijou a criança e ainda viu sua comemoração na corrida de volta ao público.

– Fui criança e nem sei o que sentiria se ganhasse a camiseta de um jogador – disse Damião.

 

Publicado em Inter, Série B | Marcado com , , , , | 18 Comentários

Inter encara o Náutico no agreste de Pernambuco

O Inter enfrenta, como nunca, neste fim de semana as agruras da Série B. Viajou na noite de quinta-feira, fez conexāo no Rio, chegou na madrugada a Recife, dormiu na cidade e só na sexta viajou de ônibus a Caruaru, no agreste pernambucano, local da partida da tarde deste sábado, contra o Náutico.

Nāo é só. Terá de jogar em um estádio pequeno (a Arena Pernambuco está reservada para um evento religioso), em um gramado ruim, seco demais segundo os jogadores.

Sāo ônus de integrar a Série B. Independentemente as dificuldades, o Inter sabe que precisa vencer para segurar a liderança (hoje com o América-MG) e com isso manter a folga para os concorrentes. Além disso, enfrenta o penúltimo colocado na tabela, time que luta para nāo cair ainda mais e terminar o ano na terceira divisāo.

Diante de um adversário assim, o técnico Guto Ferreira terá algumas mudanças no time. Ernando segue no lugar de Klaus, que só volta na próxima temporada, Alemāo substitui Clâudio Winck, que levou uma pancada na perna, e Felipe Gutiérrez ocupa a vaga de D’Alessandro, que cumpre suspensāo.

O jogo começa às 16h30min.

Publicado em Inter, Série B | Marcado com , , , , | 5 Comentários

Inter terá um novo lateral em Caruaru

O Inter viajou na quinta-feira para Caruaru, treina nesta sexta no local da partida, mas já sabe que não terá contra o Náutico, na tarde de sábado, uma de suas boas jogadas na fase de recuperação na Série B.

Cláudio Winck, que levou uma batida forte na perna, nem viajou com a delegação. Ele será substituído por Alemão, jogador que voltou de lesão na partida contra o Figueirense, pagou promessa ao atravessar o gramado de joelhos e busca recuperar o espaço perdido. Terá de jogar bem mais porque nas vezes anteriores ele ficou bem longe de cair no agrado dos torcedores do Inter.

Além da ausência de Winck, Guto Ferreira não contará também com D’Alessandro. Gutiérrez ocupa o lugar, assim como fez no confronto com o Juventude, em Caxias.

Depois do Náutico, o Inter enfrenta o América-MG, quarta-feira da próxima semana, no Beira-Rio. Será o jogo para definir a liderança.

Publicado em Inter | Marcado com , , | 7 Comentários

Agora, toda calma para recuperar Luan

Sem a angústia dos dias anteriores à decisão contra o Botafogo, o atacante Luan agora volta a seu tratamento médico para buscar a recuperação plena da lesão muscular, mas com muito mais calma.

Como os jogos semifinais contra Barcelona de Guaiaquil estão marcados para o fim de outubro, ele completará o tratamento sem pressa. Vai ser poupado dos próximos jogos do Brasileirão e, antes de ser liberado pelos médicos, deverá participar de algum amistoso como forma de testar definitivamente sua recuperação.

Luan é um jogador fundamental para os confrontos com os equatorianos.

Na última quarta-feira, ele chegou a entrar em campo nos últimos minutos (aos 44 do segundo tempo), mas fez apenas número já que pouco tocou na bola.

– Faremos o tratamento com fisioterapia, anti-inflamatório e depois o trabalho de reforço muscular. Em 10 dias, deve estar pronto -destacou o médico Paulo Rabaldo ao GloboEsporte.com

Contra o Bahia, domingo, o Grêmio deve poupar vários titulares por causa do grande desgaste da decisão.

Publicado em Grêmio | Marcado com , , , | 2 Comentários

Da série ‘Perguntar não ofende’

Com base no que já está definido para as semifinais da Libertadores, o Grêmio é o grande favorito para conquistar o título (no seu caso, o terceiro) ou é mais prudente o torcedor não acreditar nisso, já que a competição costuma surpreender, reafirmando qualidades muitas vezes desconhecidas nos adversários?

Publicado em Grêmio | Marcado com , , , , | 16 Comentários